Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/08/2001 - 16h57

São Paulo vence Guarani e amplia crise do rival

Publicidade

da Folha Online

O São Paulo venceu o Guarani por 2 a 1, de virada, hoje, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, e aumentou a crise do time campineiro, que não vence há cinco meses. Veja os melhores lances da partida.

O Guarani acumula 13 partidas oficiais sem vitória. O último triunfo foi contra o Corinthians por 2 a 1, em 3 de março deste ano, pelo Campeonato Paulista. Depois desse jogo, o time não ganhou nenhuma das oito partidas restantes no Estadual e já acumula cinco insucessos no Nacional.

Mesmo enfrentando a pior defesa do Brasileiro, o ataque são-paulino não criou nenhuma chance clara de gol na etapa inicial. O São Paulo teve maior posse de bola, mas foi ineficaz no ataque, facilitando para o goleiro Gléguer, que fazia sua reestréia pelo clube de Campinas.

O Guarani, que não vencia um jogo oficial há 12 partidas _oito pelo Campeonato Paulista e quatro pelo Nacional_, também não fez um bom primeiro tempo. O time criou duas oportunidades, mas conseguiu converter uma delas.

Aos 16min, o atacante Fumagalli cobrou falta da entrada da área, a bola passou no meio da barreira e enganou o goleiro Roger. Antes, aos 5min, o goleiro são-paulino havia impedido o primeiro gol do rival em uma cabeçada a queima-roupa de Fumagalli.

No segundo tempo, o São Paulo voltou melhor e não levou muito tempo para virar o placar. Aos 9min, após cobrança de escanteio de Fábio Simplício, França tocou de cabeça e Kaká pegou de meia-bicicleta e empatou para o São Paulo.

A virada veio cinco minutos depois. Após dividida entre o zagueiro Ernani e o atacante Fábio Simplício dentro da área, a bola sobrou para Reinaldo, que bateu cruzado e virou o jogo. Aos 20min, o atacante França quase ampliou. Ele entrou na área e tocou na saída de Gléguer, mas Marcelo Souza salvou em cima da linha.

Aos 36min, o time da casa teve uma ótima oportunidade de empatar, mas o lateral Lino acabou salvando. Após toque do zagueiro Ernani, Ederson, livre, bateu fraco e perdeu a melhor chance da equipe na etapa final.

Quatro minutos depois, o goleiro Gléguer impediu o terceiro gol são-paulino. Carlos Miguel recebeu na área e fez ótimo toque para França, que cabeceou no canto, mas o ex-goleiro do Corinthians fez boa defesa.

Na próxima rodada, o São Paulo joga em casa contra o Atlético-PR. Para esta partida, o Nelsinho poderá contar com o goleiro Rogério Ceni, que estava suspenso pela diretoria, o lateral Belletti e o meia Leonardo, que estavam na seleção, e o atacante Luiz Fabiano, suspenso.

GUARANI
Gléguer; Luciano Baiano, Ernani, Marcelo Souza e Jadílson (Léo); Élder, Henrique, Wilson (Everson) e Eduardo Marques; Marcinho (Guaru) e Fumagalli
Técnico: Luiz Carlos Ferreira

SÃO PAULO
Roger; Reginaldo Araújo (Wilson), Emerson, Jean e Lino; Douglas (Reinaldo), Fábio Simplício, Carlos Miguel e Júlio Baptista (Alexandre);
França e Kaká
Técnico: Nelsinho Baptista

Local: estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Juiz: Cléber Abade (SP)
Cartões amarelos: Marcinho (G); Kaká (SP)
Gols: Fumagalli, aos 16min, do primeiro tempo; Kaká, aos 9min, e Reinaldo, aos 14min, do segundo tempo
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página