Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
21/10/2001 - 17h51

Rogério brilha, garante vitória são-paulina e cargo de Nelsinho

Publicidade

da Folha Online

O São Paulo passou sufoco o jogo todo, mas no final da partida tirou o técnico Nelsinho Baptista do sufoco. Graças a ótima atuação do goleiro Rogério Ceni, o time do Morumbi venceu o clássico estadual contra a Lusa na tarde de hoje, por 1 a 0, no estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto.

O resultado alivia a crise do São Paulo, que não vencia há oito jogos, e dá sobrevida ao treinador, que tinha o cargo ameaçado em caso de nova derrota hoje.

O atacante França marcou o único gol do jogo, o nono dele na competição nacional.

Com a vitória o São Paulo passa a somar 29 pontos. O rival do Canindé segue com 26.

Debaixo de forte chuva e com o gramado completamente encharcado, o São Paulo abriu o placar logo em seu primeiro ataque, aos 4min. O meia Kaká invadiu a área pela direita e deu um belo toque de calcanhar para frança marcar com um toque rasteiro, na saída do goleiro Renato.

Após o gol, o time de Nelsinho foi melhor em campo durante os dez minutos seguintes. Depois disso, a Lusa reagiu e dominou o resto do jogo.

Diante da pressão da equipe do Canindé, foi o goleiro são-paulino que ganhou destaque na partida e, com uma atuação impecável, segurou o resultado.

Na etapa final, a pressão da Lusa se intensificou, mas Rogério novamente interviu evitando os gols. E quando o time de Candinho não parava no goleiro são-paulino, esbarrava na trave, como aos 13min, em um chute de fora da área de Élson.

Mesmo com a vitória, no final do jogo a torcida são-paulina fez coro pedindo a contratação de reforços.

O próximo confronto do time de Nelsinho, que ganha folga no meio de semana, será no sábado, diante do líder São Caetano. A Lusa pega o Atlético-MG.

SÃO PAULO
Rogério; Júlio Santos, Maldonado e Emerson; Reginaldo Araújo, Alexandre, Júlio Baptista (Fábio Simplício), Kaká e Lino; França e Dill (Luis Fabiano)
Técnico: Nelsinho Baptista

LUSA
Renato; Alexandre Chagas, Sílvio Criciuma, Elvis e Thiago Silva; Élson, Souza (Ernani), Sandro Fonseca e Evandro; Lúcio e Ricardo Oliveira
Técnico: Candinho
Local: estádio Benedito Teixeira, em Rio Preto; Juiz: Edílson Pereira de Carvalho (SP);
Renda e público: não divulgados;
Cartões amarelos: Júlio Santos (S); Alexandre Chagas (L);
Gol: França, aos 4min do primeiro tempo

Leia mais sobre o Brasileiro:

  • Home

  • Artilheiros

  • Classificação

  • Regulamento

  • Calendário

  • Campeões

  • Curiosidades

  • História

  • Grupos de discussão

  • Divirta-se

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página