Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
23/12/2001 - 18h36

Com Esquerdinha apagado, São Caetano falha na jogada principal

Publicidade

da Folha Online

A força do ataque do Atlético-PR esteve na diversividade de jogadas ofensivas. A equipe paraense não ficou presa a uma única jogada, como fez o São Caetano, que procurou apostar nos "chuverinhos" na área.

Bem marcado, o meia Esquerdinha não conseguiu repetir as atuações nas finais do Campeonato Brasileiro-2001. O jogador era o principal responsável por fazer a bola chegar com precisão na área.

Segundo o Datafolha, Esquerdinha foi o quinto colocado nesse ranking, com média de 10,3 cruzamentos por partida. Bem marcado por Cocito, o meia não teve espaço e conseguiu fazer só seis cruzamentos _dois certos.

Com Esquerdinha apagado, o centroavante Magrão ficou sumido na partida, já que a bola não chegou à área. De acordo com o Datafolha, o time do ABC acertou apenas 6 dos 33 cruzamentos, aproveitamento de 18%.

Na campanha do título inédito do Nacional, o Atlético-PR teve o melhor ataque do torneio, com 68 gols _média de 2,19 por partida. Deste total, 46 saíram em finalizações de dentro da área, nove de fora e 13 na pequena área.

Leia também:

  • Análise: Nem e as vicissitudes do futebol

  • Confira os principais títulos do Atlético Paranaense

  • Garoa frustra festa do São Caetano na avenida Goiás

  • Chope gratuito provoca tumulto em São Caetano do Sul

  • De olho em vaga na seleção, Nem garante que está 'mais maduro'

  • Chope gratuito provoca tumulto em São Caetano do Sul

  • De olho em vaga na seleção, Nem garante que está 'mais maduro'

  • Melhor ataque do campeonato, Atlético credita título à defesa

  • 'Peças importantes travaram', tenta justificar Jair Picerni

  • Discreto, Alex Mineiro diz que gosta de 'comer quieto e pelas beiradas'

  • Jogadores do São Caetano dizem que título foi perdido em Curitiba

  • Cidade distribui chope e refrigerante e comemora mais do que chora

  • Geninho abdicou do ataque e armou o Atlético-PR mais fechado

  • Sem 'destaques individuais', atleticanos mostram força no conjunto

  • Atacante Alex Mineiro é o herói das finais do Brasileiro-2001

  • Após polêmica, Anacleto Campanella tem final sem incidentes

  • Alex Mineiro marca e garante o título brasileiro ao Atlético-PR

  • Atlético-PR é o primeiro campeão brasileiro do milênio


  • Leia mais sobre o Brasileiro:

  • Home

  • Artilheiros

  • Classificação

  • Regulamento

  • Calendário

  • Fase final

  • Campeões

  • Curiosidades

  • História

  • Grupos de discussão

  • Divirta-se
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página