Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
25/12/2001 - 17h10

São Caetano deve enfrentar novo desmanche

Publicidade

CÉZAR MARTINS
do Agora São Paulo

Assim como aconteceu no ano passado, depois de ter perdido a Copa João Havelange para o Vasco, o São Caetano deve perder seus principais jogadores para o próximo ano.

Muitos dos atletas que decidiram o título do Campeonato Brasileiro com o Atlético-PR despertaram o interesse de grandes equipes do futebol brasileiro. E com salários mais baixos do que os clubes mais tradicionais costumam pagar, o time do ABC deve reformular sua equipe mais uma vez.

O treinador Jair Picerni sabe que terá de se preocupar em garantir a permanência da base da equipe se quiser conquistar títulos expressivos no próximo ano.

"Esse vice-campeonato valorizou os jogadores do São Caetano. Eles serão procurados por outros time e nós vamos ter de nos preocupar com as reposições", afirma o técnico, que promete não aproveitar o período de férias.

"Prefiro trabalhar. Time que tem férias maiores é porque não está indo bem", explica.

Apesar do esforço e da vontade da comissão técnica, o desmanche no São Caetano parece inevitável. O meia Esquerdinha, apesar de não ter mostrado um bom futebol nos dois jogos das finais, despertou o interesse do Inter de Porto Alegre.

O atacante Magrão tem propostas de times do exterior e pode ir para o Japão ou até para o Porto, de Portugal.

O meia Adãozinho, cujo contrato com o time do ABC acaba no final do ano, negocia sua ida para o Palmeiras.

E o goleiro Sílvio Luiz, um dos jogadores mais antigos do elenco, pode deixar o time do ABC e defender o Cruzeiro em 2002.

Além do próprio técnico Jair Picerni, que também despertou o interesse de grandes equipes.

Leia mais sobre o Brasileiro:

  • Home

  • Artilheiros

  • Classificação

  • Regulamento

  • Calendário

  • Fase final

  • Campeões

  • Curiosidades

  • História

  • Grupos de discussão

  • Divirta-se
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página