Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
31/03/2002 - 18h14

Corinthians garante classificação e afunda São Paulo

Publicidade

da Folha Online

Com uma ótima atuação, o Corinthians garantiu a classificação à segunda fase do Torneio Rio-São Paulo ao derrotar o São Paulo por 3 a 1, hoje, em Presidente Prudente, quebrando também um jejum de dois anos (cinco partidas) sem vitória sobre o rival.

O destaque da partida foi o meio-campista Renato, que entrou no segundo tempo e marcou dois gols.

Foi a quarta vitória consecutiva do Corinthians, que está em segundo lugar na tabela de classificação do Rio-SP, com 27 pontos.

O São Paulo afundou ainda mais ao perder a quarta partida consecutiva. A equipe de Nelsinho Baptista continua em terceiro lugar, 23 pontos, mas vai precisar se empenhar muito para conseguir a vaga nos jogos finais, contra Santos e Americano, respectivamente.

Talvez abalado pelas três derrotas consecutivas, o São Paulo não mostrou a motivação necessária para vencer um clássico. O primeiro tempo foi dominado pelo Corinthians. A equipe de Carlos Alberto Parreira esteve melhor distribuída dentro de campo, ocupou os espaços com perfeição e soube envolver o rival.

Quando chegou ao gol do Corinthians, o São Paulo provou ser uma equipe perigosa, quase mortal. Aos 18min, França chutou de fora, a bola desviou na zaga do Corinthians e Dida teve de se esticar para evitar o gol são-paulino.

Na seqüência do lance, Souza cobrou escanteio, Emerson se antecipou aos zagueiros adversários e cabeceou forte. Dida defendeu, no reflexo.

Mas a principal oportunidade desperdiçada pelo São Paulo aconteceria aos 21min. Reinaldo foi lançado entre os zagueiros corinthianos, deixou a marcação para trás mas falhou na hora de definir, chutando em cima de Dida.

Três minutos depois, o castigo. Lançado dentro da área, Deivid tocou de cabeça para Leandro, que preparou para o chute forte de Rogério, indefensável.

O gol motivou ainda mais o Corinthians, que passou a controlar completamente a partida. Aos 31min, Emerson falhou ao tentar tocar a bola com o peito para Rogério Ceni, Gil interceptou o lance e chutou forte, mas Rogério Ceni conseguiu bloqueá-lo e impedir que o adversário aumentasse o placar na etapa inicial.

O São Paulo conseguiu reagir aos 10 minutos, quando Kaká lançou Reinaldo, que acertou um chute indefensável para Dida.

Mas a reação são-paulina parou por aí. Renato entrou em campo aos 23min no lugar de Gil e destruiu o rival em dois lances.

Aos 29, acertou uma bela cabeçada após cruzamento de Deivid; dez minutos depois, Kléber avançou pela esquerda e tocou para renato, que acertou um chute no canto de Rogério Ceni, que só olhou.

CORINTHIANS
Dida; Rogério, Fábio Luciano, Scheidt e Kléber; Vampeta, Fabrício e Ricardinho (Anderson); Leandro (Fabinho), Deivid e Gi (Renato).
Técnico: Carlos Alberto Parreira.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Gabriel, Emerson, Wilson e Gustavo Nery; Daniel Rossi (Lúcio Flávio), Fábio Simplício, Souza (Adriano) e Kaká; França e Reinaldo.

Gols: Rogério, aos 24min do primeiro tempo; Reinaldo, aos 10min, Renato, aos 29min e aos 39min da etapa final
Juiz: Paulo César de Oliveira (SP)
Cartões amarelos: Vampeta, Daniel Rossi, Wilson e Kléber
Local: Presidente Prudente

Leia mais sobre os torneios regionais:

  • Rio-São Paulo



  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página