Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
03/04/2002 - 23h52

São Paulo goleia Figueirense e dá um basta na crise

Publicidade

da Folha Online

O São Paulo respondeu dentro de campo à manifestação dos torcedores, que cobravam melhor desempenho, feita ontem no CT da Barra Funda. Hoje, no estádio do Morumbi, a equipe de Nelsinho Baptista goleou o Figueirense e se classificou às quartas-de-final da Copa do Brasil, quando enfrentará o Vasco.

Depois do jogo, o atacante França, o principal alvo dos torcedores, desabafou: "Vida de atacante é assim mesmo: se você não marca gols, é criticado. Hoje, marquei duas vezes e ajudei o São Paulo a ficar com a vaga."

O técnico Nelsinho Baptista cumpriu o que havia prometido no último treino antes da partida: promoveu mudanças drásticas na equipe: saíram os zagueiros Emerson e Wilson, que deram lugar a Reginaldo e Jean. No meio-de-campo, Souza foi substituído por Adriano.

Precisando vencer por dois gols de diferença, a equipe são-paulina partiu para o ataque, aproveitando os espaços deixados pelo meio-de-campo do adversário. Mesmo sem muita organização, o São Paulo abriu o placar aos 14min. Reinaldo tentou cruzar, a bola desviou na zaga do Figueirense e acabou entrando.

Empolgado, o São Paulo partiu para o ataque em busca do segundo gol, mas permitiu que o Figueirense tivesse liberdade para contra-atacar. Aos 31min, William recebeu a bola nas costas da zaga e tocou para Marcelinho empatar, completamente livre.

O gol do Figueirense deixou o São Paulo atordoado. Foram dez minutos sem nexo, onde a equipe de Nelsinho Baptista nada conseguia articular. Para piorar, os coros agressivos _que já haviam sido disparados pelos torcedores no treino do dia anterior_ voltaram com tudo.

Mas França conseguiu evitar que as vaias continuassem por muito tempo. Aos 43min, ele recebeu a bola dentro da área e virou com estilo, chutando a bola no canto do goleiro Gustavo.

No intervalo, o técnico Nelsinho Baptista substituiu Adriano por Souza. Com muita disposição, os jogadores são-paulinos destruíram o adversário marcado quatro gols.

Aos 7min, após cobrança de escanteio, o zagueiro Jean, impedido, marcou; dois minutos depois, Souza Fez grande tabela com Reinaldo, que chutou forte. O goleiro Gustavo defendeu parcialmente e a bola voltou para França, que marcou de cabeça.

Aos 15min, Kaká recebeu a bola na direita e cruzou para Reinaldo ampliar. Rogério Ceni, de falta, completou a goleada, aos 34min. Os jogadores deixaram o campo aliviados, enquanto os torcedores, que ontem protestavam, comemoravam a classificação.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Gabriel, Jean (Emerson), Rogério e Gustavo Nery; Maldonado, Fábio Simplício, Kaká e Adriano (Souza); Reinaldo (Dill) e França.
Técnico: Nelsinho Baptista.

FIGUEIRENSE
Gustavo; Patrício, Márcio Goiano, André Luís e Renato Peixe; Pires, Doriva (Mabília), Simplício e Marcelinho; William (Sérgio Lobo) e Selmir.

Gols: Reinaldo, aos 14min, e Marcelinho, aos 31min, França aos 43min do primeiro tempo; Jena, aos 7min, França, aos 9min, Reinaldo, aos 15min, e Rogério Ceni, aos 34min.
Juiz: Edílson Soares da Silva (RJ).
Cartões amarelos: Pires, Doriva, Reinaldo, Maldonado e Reginaldo.
Cartões vermelhos: Simplício, Souza e Pires.
Local: estádio do Morumbi.

Saiba tudo sobre a Copa do Brasil:
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página