Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
24/04/2002 - 23h39

Brasiliense bate o Atlético no Mineirão e fica perto da final na Copa BR

Publicidade

da Folha Online

O Brasiliense venceu o Atlético-MG por 3 a 0, hoje, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, na partida de ida das semifinais da Copa do Brasil, e agora pode perder até por dois gols, no jogo de volta, para ir à final da competição nacional.

A equipe da capital federal quebrou uma invencibilidade de 15 jogos em que o Atlético-MG não perdia no Mineirão _o último algoz havia sido o Santos, no ano passado, pelo Brasileiro_ e agora está há seis jogos sem sofrer gol.

O Brasiliense foi totalmente superior ao Atlético-MG na etapa inicial, criando as melhores chances de gol. A equipe do Distrito Federal teve três grandes oportunidades para marcar, mas os atacantes falharam nas conclusões.

O time do ex-senador Luiz Estevão abriu o placar, aos 30min da etapa inicial, com o atacante Gil Baiano, que cobrou falta com perfeição no ângulo esquerdo, sem chances para o goleiro atleticano Milagres.

Após o gol, o Brasiliense desperdiçou duas outras chances para ampliar. Aos 33min, Jackson recebeu livre na área, mas finalizou para fora. Dois minutos depois, Gil Baiano entrou livre na área, mas bateu em cima de Milagres.

Na etapa final, o Atlético-MG foi inoperante e não conseguiu nenhuma vez levar perigo ao gol de Donizete. No contra-ataque, aos 35min, Weldon aproveitou falha de Marcelo Djian, após cruzamento de Wellington Dias, e fez o segundo gol.

No descontos, Wellington, que foi destaque nos jogos contra o Fluminense _marcou os gols nas duas vitórias por 1 a 0_, fez jogada individual e arriscou de fora da área, fechando o placar no Mineirão.

ATLÉTICO-MG
Milagres; Gutierrez (Baiano), Marcelo Djian e Edgar; Bruno (Paulinho), Mancine, Bosco, Gilberto Silva e Rubens Júnior; Wellington Amorim (Éverton) e Guilherme.
Técnico: Levir Culpi

BRASILIENSE
Donizete; Moisés, Aldo, Thiago e Émerson; Evandro, Carioca, Gil Baiano e Auecione (Cris); Wellington Dias e Jackson (Weldon).
Técnico: Péricles Chamusca

Juiz:Paulo César de Oliveira (SP)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Cartões amarelos: Baiano e Guilherme (A)
Gols: Gil Baiano, aos 30min, do primeiro tempo; Weldon, aos 35min, e Wellington Dias, aos 46min, do segundo tempo

Saiba tudo sobre a Copa do Brasil:
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página