Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
24/04/2002 - 23h56

Deivid brilha e dá vantagem ao Corinthians na Copa do Brasil

Publicidade

ALEC DUARTE
GUIO BASTOS

da Folha Online

Com dois gols do atacante Deivid, o Corinthians derrotou o São Paulo por 2 a 0, na noite de hoje, no estádio do Morumbi, e ficou muito próximo de alcançar sua terceira final da Copa do Brasil, repetindo os feitos de 1995, quando foi campeão, e do ano passado, em que perdeu a decisão para o Grêmio.

O goleiro Dida, mais uma vez em noite inspirada, também se destacou na vitória ao defender um pênalti cobrado pelo atacante França, aos 16min do segundo tempo.

Com o resultado, o time do Parque São Jorge agora tem a vantagem de poder perder o jogo de volta, agendado para a próxima quarta-feira, por um gol de diferença, que avançará à final da competição nacional, que classifica o campeão para a próxima edição da Taça Libertadores.

O Corinthians, que já havia vencido o São Paulo pelo torneio interestadual (3 a 1) no mês passado, iniciou a partida cauteloso. Comandados por França e Kaká, os são-paulinos criaram boas chances, mas não conseguiram abrir o placar.

Na etapa final, a equipe de Carlos Alberto Parreira voltou motivada e abriu o placar logo no primeiro minuto. Deivid recebeu cruzamento rasteiro pela esquerda, livre na área, e deu um corte em Rogério Ceni; o goleiro ainda conseguiu tocar na bola, que subiu, e, na sobra, o atacante mostrou oportunismo para completar de cabeça.

Após do gol, o time do Morumbi tentou esboçar uma reação. Aos 15min, Belletti foi derrubado na área pelo volante Otacílio, em uma jogada confusa que o juiz Edílson Pereira de Carvalho marcou pênalti. Na cobrança, França bateu no meio do gol, Dida espalmou, e, no rebote, Adriano, livre, chutou por cima.

A noite não era mesmo de França. Dois minutos depois, o artilheiro são-paulino se contundiu ao esticar a perna para tentar alcançar um lançamento e deixou o campo de maca.

A estrela de Deivid voltou a brilhar no final da partida. Aos 45min do segundo tempo, o zagueiro Fábio Luciano deu um chute da defesa, e a bola caiu nos pés do atacante, que dominou sozinho e chutou entre as pernas do goleiro Rogério Ceni.

Com os dois gols marcados hoje, Deivid se isolou ainda mais na artilharia da Copa do Brasil, com nove gols.

SÃO PAULO:
Rogério Ceni; Gabriel, Emerson, Jean e Gustavo Nery; Belletti, Fábio Simplício, Souza (Adriano) e Kaká; França (Dill) e Sandro Hiroshi (Júlio Batista)
Técnico: Nelsinho Baptista

CORINTHIANS:
Dida; Rogério, Fábio Luciano, Batata e Kléber; Otacílio, Vampeta e Ricardinho; Deivid, Leandro (Renato) e Gil (Fabinho)
Técnico: Carlos Alberto Parreira

Gols: Deivid, aos 2min do primeiro tempo, e aos 45min do segundo tempo
Cartões amarelos: Emerson e Belletti (S), e Kléber (C)
Juiz: Edílson Pereira de Carvalho (SP)
Local: estádio do Morumbi, em São Paulo

Saiba tudo sobre a Copa do Brasil
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página