Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
13/07/2002 - 20h15

São Paulo vence Grêmio e agora fica na torcida

Publicidade

da Folha Online

O São Paulo fez a parte dele e agora vai ficar na torcida por um resultado positivo do Vitória diante do Cruzeiro ou por um empate entre os dois times, no outro jogo do grupo C que será realizado amanhã, em Natal.

Os únicos resultados que não interessam aos paulistas é vitória dos mineiro pelos placares de 1 a 0 ou por 2 a 0 sobre o a equipe baiana.

O time do Morumbi bateu hoje por 2 a 0 o Grêmio, no estádio Machadão, em Natal, e chegou aos quatro pontos ganhos, ao lado do Vitória. O Cruzeiro tem dois pontos, assim como o Grêmio, já eliminado.

Clique aqui para conferir os melhores lances desta partida.

Os gols da vitória são-paulina foram marcados pelos atacantes Luís Fabiano, aos 4min, e Sandro Hiroshi, aos 48min da etapa complementar.

Mesmo precisando ganhar para continuar com esperanças de avançar às quartas-de-final, o São Paulo encontrou muitas dificuldades para armar as jogadas de ataque e ameaçar a meta de Eduardo. Com o meia Kaká bem marcado e os jogadores gremistas abusando das faltas para paralisar as jogadas, a equipe paulista dependeu das jogadas individuais para chutar a gol.

Apesar disso, Reinaldo teve duas boas chances para abrir o marcador. Na primeira delas, driblou Adriano e soltou uma bomba do meio da rua, com a bola explodindo no travessão, próximo ao ângulo superior esquerdo, e saindo em seguida. Em outra, o atacante recebeu livre na área, mas tocou para fora na saída do goleiro. O assistente, no entanto, assinalou erroneamente impedimento na jogada.

Já o Grêmio viveu apenas das bolas alçadas na área, mas sem muito sucesso. A primeira etapa foi marcada pelo excesso de faltas, principalmente pelo lado dos gaúchos.

Na volta do intervalo, o São Paulo entrou melhor posicionado e logo chegou ao gols da vitória. Aos 4min, Gustavo Nery tabelou com Reinaldo pela esquerda, foi à linha de fundo e cruzou na medida para Luís Fabiano, que só teve o trabalho de tocar para o fundo das redes.

Logo em seguida, o lateral Gabriel teve ótima oportunidade para ampliar, mas pegou fraco na bola e facilitou a defesa de Eduardo.

O Grêmio só melhorou com a entrada de Grafite no lugar de Rodrigo Mendes no ataque, mas falhou nas finalizações e está eliminado da competição, podendo agora se concentrar apenas na Libertadores.

No final do jogo, o time gaúcho perdeu Roger, contundido - o técnico Tite já havia feito as três substituições-, e o zagueiro Anderson Polga, expulso por jogo violento, e, com dois atletas a menos, não pôde aspirar a mais nada na partida.

Já nos descontos, Sandro Hiroshi acertou um belo chute cruzado e mandou a bola no canto do gol gremista, aumentando ainda mais as chances de classificação do São Paulo.

GRÊMIO
Eduardo; Claudiomiro (Fábio Baiano), Anderson Polga e Roger; Anderson Lima, Fernando (Gavião), Adriano, Zinho e Rodrigo Fabri; Luís Mário e Rodrigo Mendes (Grafite)
Técnico: Tite

SÃO PAULO
Rogério; Gabriel, Jean, Wilson e Gustavo Nery; Maldonado, Fábio Simplício, Júlio Baptista e Kaká (Adriano); Reinaldo (Oliveira) e Luís Fabiano (Hiroshi)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Local: Machadão, em Natal (RN)
Juiz: Wagner Tardeli Azevedo (RJ)
Gols: Luís Fabiano, aos 4min, e Sandro Hiroshi, aos 48min do segundo tempo
Amarelos: Luís Mario, Fábio Baiano e Adriano (G); Maldonado (S)
Vermelho: Anderson Polga (G)

Leia mais: Copa dos Campeões
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página