Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
10/08/2002 - 18h02

Novo São Paulo brilha e estréia com vitória no Brasileiro

Publicidade

da Folha Online

O novo time do São Paulo, reformulado para a disputa do Campeonato Brasileiro, estreou com vitória na competição na tarde de hoje, sobre o Paysandu, por 4 a 2, no estádio do Morumbi.

Mesmo jogando com um atleta a menos _o zagueiro argentino Ameli foi expulso aos 24min do primeiro tempo_, o time do técnico Oswaldo de Oliveira impôs um ritmo forte em campo e pressionou o rival a maior parte do tempo.

Jean, Jorginho Paulista e Luis Fabiano (2) marcaram os gols para os paulistas, e Jobson, duas vezes, fez para os paraenses, vencedores da Copa dos Campeões no mês passado.

A partida foi nervosa dentro de campo, com 9 cartões _5 para o Paysandu e 4 para o São Paulo_ e marcada por protestos da torcida anfitriã do lado de fora. As organizadas são-paulinas exibiram faixas repudiando a contratação do meia corintiano Ricardinho e criticaram o superintendente do clube, Marco Aurélio Cunha.

O São Paulo volta a jogar na próxima quinta-feira, contra o Gama, em Brasília. O Paysandu só volta a campo no dia 21, em casa, contra a Lusa.

O jogo
Depois de 15min de pressão, a equipe do Morumbi abriu o placar nesta tarde com um gol do zagueiro Jean, aproveitando um escanteio cobrado na esquerda pelo volante Fábio Simplício; o goleiro Marcão falhou ao não cortar cruzamento, e o são-paulino, livre na pequena área, aproveitou para marcar de pé direito.

O empate do Paysandu saiu em um lance confuso, aos 24min, em que o argentino Ameli acertou uma cotovelada em Jajá. O juiz Alício Pena Júnior consultou o bandeira, expulsou o são-paulino e ainda marcou pênalti para os paraenses, que Jobson converteu no canto direito de Rogério Ceni.

O gol não abateu o time do Morumbi, que fez o segundo aos 30min, em uma jogada que saiu dos pés de Kaká, que tocou para o estreante lateral Jorginho Paulista, um dos destaques do jogo, bater rasteiro, cruzado para marcar.

A etapa final iniciou seguindo a tônica da primeira. Aos 15min, em uma jogada bem costurada por Kaká e Reinaldo, Luis Fabiano recebeu livre na área e completou de pé direito na saída do goleiro para ampliar o placar.

O terceiro gol são-paulino acordou os paraenses, que saíram para o jogo e descontaram seis minutos depois, novamente com Jobson, que recebeu na entrada da área pela direita e chutou cruzado, no canto direito de Rogério.

Depois do gol do Paysandu, o técnico Oswaldo de Oliveira mudou de estratégia e resolveu segurar o resultado colocando o zagueiro Wilson na vaga de Júlio Baptista.

O São Paulo administrava o placar quando o capitão do Paysandu, Gino, entregou o quarto gol, aos 43min. O zagueiro tentou sair jogando e entregou a bola nos pés de Luis Fabiano, que marcou na saída do goleiro.

SÃO PAULO

Rogério; Gabriel (Rafael), Jean, Ameli e Jorginho Paulista; Maldonado, Fábio Simplício, Júlio Baptista (Wilson) e Kaká; Reinaldo e Luis Fabiano (Rico)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

PAYSANDU
Marcão; Marcos, Gino, Sérgio e Luiz Fernando (Souza); Wanderson (Leandro), Rogerinho, Jobson e Vélber; Vandick (Balão) e Jajá
Técnico: Givanildo

Local:Morumbi, em São Paulo
Juiz: Alício Pena Júnior (MG)
Renda: R$ 140.275,00
Público: 15.325
Gols: Jean, aos 15min, Jobson, aos 27min, e Jorginho Paulista, aos 30min do primeiro tempo; Luís Fabiano, aos 15min e aos 43min, e Jobson, aos 23min do segundo

Leia mais: Campeonato Brasileiro
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página