Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
26/08/2002 - 09h21

Internacional demite o técnico Guto Ferreira

Publicidade

da Folha Online

O heróico empate (2 a 2) conquistado no último minuto com o São Paulo, no sábado, no Beira Rio, não foi suficiente para segurar o técnico Guto Ferreira no Internacional. Ontem à noite, a diretoria anunciou sua demissão e deve revelar o novo nome nesta manhã.

O Inter já é o quarto time a trocar de treinador no Campeonato Brasileiro, após cinco rodadas. A primeira baixa foi a saída de Marco Aurélio do Cruzeiro para o futebol japonês. Com isso, o clube mineiro conseguiu tirar Wanderley Luxemburgo do Palmeiras, que contratou Flávio Teixeira, o Murtosa.

Na semana passada, Arthur Bernardes resolveu pedir demissão do Botafogo, após uma sequência de maus resultados. A equipe carioca então acertou com Abel Braga, que estreou com uma boa vitória de 3 a 0 sobre o Figueirense, em Curitiba.

Em cinco jogos à frente do Inter neste Nacional, Guto Ferreira conquistou apenas uma vitória (1 a 0 sobre a Ponte Preta). Os outros resultados foram duas derrotas (3 a 1 para o Flamengo e 3 a 2 para o Corinthians) e dois empates (2 a 2 com Botafogo e São Paulo).

Durante a semana passada, a diretoria gaúcha dispensou o zagueiro Júnior Baiano, após este ter faltado a uma reapresentação. O atacante Fernando Baiano, ex-Corinthians, quase também deixou o clube, mas chegou a um acordo com a direção.

Dois nomes surgem com bastante força para assumir o Internacional. Levir Culpi, ex-Atlético-MG, e Celso Roth, que está desempregado desde que foi demitido do Santos, depois do Torneio Rio-São Paulo.

Leia mais: Campeonato Brasileiro

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página