Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
08/09/2002 - 17h50

Em grande jogo, Santos e Atlético-PR empatam na Vila Belmiro

Publicidade

da Folha Online

Santos e Atlético-PR protagonizaram na tarde deste domingo, na Vila Belmiro, um dos melhores jogos do Campeonato Brasileiro ao empatarem em 2 a 2. O resultado acabou com o 100% de aproveitamento do time paulista em casa. Antes, vencera quatro jogos (Botafogo, Figueirense, Paraná e Vitória).

Os donos da casa estiveram duas vezes atrás no placar e tiveram a oportunidade de conquistar a vitória, mas o meia Diego desperdiçou um pênalti a três minutos do fim.

Com o empate, os paranaenses, que começaram a rodada em primeiro lugar no Nacional, chegaram aos 17 pontos, um a menos que o Atlético-MG, e dois de diferença para o líder Juventude. Os santistas têm agora 14 e permanecem na zona de classificação.

O jogo
O Atlético-PR começou surpreendendo logo aos 7min. Adriano cruzou da esquerda, Canindé tentou dominar a bola no momento em que ela cruzava a área, mas acabou marcando gol contra.

O Santos tentou partir para cima, mas foi prejudicado pelas fracas atuações de Fabiano Souza e Canindé, que perderam a bola em praticamente todos os lances que participaram.

Aos 30min os visitantes quase aumentaram a vantagem. O pentacampeão Kleberson cruzou da direita, na cabeça de Kléber que, sozinho na área, cabeceou por cima do gol de Júlio Sérgio, desperdiçando chance incrível.

No segundo tempo os donos da casa voltaram melhor. A entrada de William no lugar do pesado Fabiano Souza surtiu efeito. A equipe ficou mais leve e passou a envolver os paranaenses.

Pouco depois de Robinho perder uma grande oportunidade de cabeça, o Santos chegou ao empate. Aos 8min, Renato levantou da direita, Alberto ajeitou com o peito para William, que chutou à direita do goleiro Flávio.

A equipe seguiu pressionando, mas foi prejudicado pelo juiz aos 24min. O mineiro Alício Pena Júnior viu um toque de mão de Alberto na área e marcou o pênalti. Kleberson cobrou bem e empatou.

O Santos nem teve tempo para se abater. Logo na saída de bola, Alberto aproveitou cruzamento da direita e cabeceou no canto direito de Adriano Basso, que entrou no lugar de Flávio, contundido.

Os paulistas ficaram perto da vitória no final, mas a deixaram escapar nos pés de seu principal jogador. O meia Diego cobrou o pênalti sofrido por Robinho e Adriano Basso defendeu.

SANTOS
Júlio Sérgio; Maurinho, Alex, Pereira e Canindé (Adiel); Paulo Almeida, Renato (Alexandre) e Diego; Robinho, Alberto e Fabiano Souza (William)
Técnico: Emerson Leão

ATLÉTICO-PR
Flávio (Adriano Basso); Alessandro, Rogério Corrêa, Igor e Fabiano; Douglas Silva, Cocito, Adriano e Kleberson; Kléber (Alan) e Alex Mineiro (Dagoberto)
Técnico: Valdir Espinosa

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Juiz: Alício Pena Júnior (MG)
Cartões amarelos: Alex, Alberto, Renato, Paulo Almeida, Adiel, Maurinho (S); Cocito, Alex Mineiro, Kleberson e Alessandro (A)
Cartões vermelhos: Pereira (S) e Douglas Silva (A)
Gols: Canindé (contra), aos 7min do primeiro tempo, William, aos 8min, Kleberson, aos 24min, e Alberto, aos 25min da segunda etapa

Leia mais: Campeonato Brasileiro
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página