Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
18/09/2002 - 22h22

São Paulo perde para o Bahia e deixa a vice-liderança

da Folha Online

O São Paulo não reeditou na noite desta quarta-feira a atuação de gala na vitória de 6 a 0 sobre o Fluminense e perdeu para o Bahia, por 2 a 0, no estádio Fonte Nova, em Salvador.

Com o resultado, a equipe paulista, que iniciou a rodada em segundo lugar, deixou a vice-liderança do Campeonato Brasileiro e permanece com 19 pontos. O time baiano chegou aos 14 e permanece na zona intermediária.

Os gols da partida foram marcados por Geraldo, aos 29min do segundo tempo, e Bebeto Campos, nos acréscimos.

O jogo
A partida começou monótona, com as duas equipes errando muitos passes, principalmente o meio-campo são-paulino, e tendo dificuldades para chegar ao gol adversário. O primeiro bom momento aconteceu aos 14min, quando Kaká deixou Luís Fabiano na cara do gol. O atacante, entretanto, bateu por cima.

Nos últimos 10 minutos do primeiro tempo o jogo melhorou. Aos 35min, o juiz Giuliano Bozzano, de Santa Catarina, errou ao não marcar um pênalti de Rafael em Nonato, após o lateral são-paulino ter empurrado o atacante baiano dentro da área.

Seis minutos depois, Rogério Ceni foi exigido pela primeira vez e não decepcionou, ao fazer grande defesa em uma cabeceada de Gil Baiano.

Aos 42min, o goleiro voltou a salvar o São Paulo ao defender o pênalti cobrado por Nonato. A infração foi marcada depois de o zagueiro Régis tocar com a mão na bola dentro da área em uma dividida com Bebeto Campos.

O técnico Oswaldo de Oliveira mudou o sistema tático no intervalo. Com a contusão de Maldonado, colocou Gustavo Nery na zaga, ao lado de Régis e Jean, formando o 3-5-2.

A tática não deu muito certo e aos 29min o Bahia abriu o placar. Geraldo driblou Régis dentro da área e chutou. A bola desviou em Jorginho Paulista no meio do caminho e enganou Rogério Ceni.

Com o gol, Oliveira recolocou o São Paulo no 4-4-2. Tirou o lateral-esquerdo Jorginho Paulista e colocou o meia Adriano. Assim, Gustavo Nery foi para a ala. Além disto, o técnico trocou o lateral destro Rafael pelo reserva Gabriel.

Nos acréscimos, Bebeto Campos acertou um belo chute de fora da área, a bola bateu no travessão e entrou.

BAHIA
Emerson; Daniel, Valdomiro, Marcelo Souza e Calisto; Bebeto Campos, Ramalho, Ramos e Geraldo; Nonato (Nei Fabiano) e Gil Baiano.
Técnico: Candinho

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Rafael (Gabriel), Jean, Régis e Jorginho Paulista (Adriano); Maldonado (Gustavo Nery), Fábio Simplício, Kaka e Júlio Baptista; Luís Fabiano e Leandro.
Técnico: Oswaldo Oliveira

Local: Fonte Nova (Salvador)
Juiz: Giuliano Bozzano (SC)
Renda e público: não divulgados
Gols: Geraldo, aos 29min, e Bebeto Campos, aos 46min do segundo tempo
Cartões amarelos: Ramos (B); Régis e Kaká (S)

Leia mais: Campeonato Brasileiro
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página