Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
22/09/2002 - 17h59

Ricardinho salva São Paulo em Curitiba com gol nos minutos finais

da Folha Online

O meio-campista Ricardinho salvou o São Paulo da derrota para o Atlético-PR com um gol nos minutos finais hoje, na Arena da Baixada, em Curitiba, no empate de 1 a 1, pelo Campeonato Brasileiro. Foi o primeiro gol de Ricardinho pelo São paulo depois de ter deixado o Corinthians.

O resultado foi melhor para a equipe paulista, que tem 20 pontos na tabela de classificação contra 19 do Atlético-PR. As duas equipes são rivais na briga por vagas à próxima fase.

Apesar da falta de gols, o primeiro tempo foi marcado por uma movimentação intensa das duas equipes, boa qualidade técnica e lances perigosos de ataque. Por causa disso, os destaques foram os goleiros Roger, que substituiu Rogério Ceni no São Paulo, e Adriano Basso, que, inspirados, evitaram os gols.

As duas equipes haviam perdido na rodada passada, mas em situações diferentes. O São Paulo perdeu para o Bahia, em Salvador, enquanto o Atlético-PR foi derrotado em casa para o Gama, aumentado a pressão dos torcedores na Arena da Baixada.

Com muita velocidade, os atacantes do Atlético-PR conseguiram envolver a defesa são-paulina e criaram boas situações para marcar. Aos 11min, Roger saiu bem do gol e interceptou um cruzamento que iria parar na cabeça de Dabogerto.

O São Paulo, no contra-ataque, respondeu no minuto seguinte com Luís Fabiano. Ele chutou forte da entrada da área e acertou a trave de Adriano Basso.

Depois, o Atlético-PR teve duas boas chances, parando nas defesas de Roger. Aos 28min, Kléber tabelou com Kleberson, se livrou de Régis e tocou para a defesa precisa do goleiro são-paulino; um minuto depois, Roger evitou o gol no chute de Adriano na entrada da pequena área.

As últimas chances na etapa inicial foram do São Paulo. Aos 34min, Júlio Baptista completou de cabeça um cruzamento de Ricardinho. Adriano Basso se esticou e evitou o gol são-paulino com uma grande defesa.

Aos 39min, Luís Fabiano recebeu a bola de Júlio Baptista e chutou forte. A bola tocou na trave e caminhou em cima da linha até sair em tiro de meta.

Com a obrigação de conquistar os três pontos, o Atlético-PR teve a posse de bola por mais tempo e pressionou muito até abrir o placar.

O gol só chegou aos 29min, quando Fabiano fez boa jogada pela esquerda e lançou Adriano. No cruzamento, Dagoberto abriu o placar completamente livre. Nos minutos seguintes, o Atlético-PR poderia ter ampliado o placar nos contra-ataques. Aos 38min, Kléber avançou pela esquerda e chutou na trave.

A derrota são-paulina, a segunda consecutiva, parecia certa. Mas, aos 43min, Ricardinho acertou uma cobrança de falta perfeita e evitou a derrota, numa ótima partida pelo Brasileiro.

ATLÉTICO-PR
Adriano Basso; Alessandro, Rogério Corrêa, Igor e Fabiano; Cocito, Douglas Silva (Preto), Kleberson e Adriano; Dagoberto e Kléber
Técnico: Valdir Espinosa

SÃO PAULO
Roger; Jean, Júlio Santos (Leandro) e Régis; Rafael (Gabriel), Fábio Simplício (Dill), Júlio Baptista, Ricardinho e Gustavo Nery; Luis Fabiano e Reinaldo
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Local: estádio Arena da Baixada, em Curitiba
Juiz: Antônio Pereira da Silva (GO)
Cartões amarelos: Jean, Reinaldo, Fábio Simplício, Régis, Ricardinho, Douglas Silva e Rogério Corrêa
Gols: Dagoberto, aos 29min, e Ricardinho, aos 43min do primeiro tempo

Leia mais: Campeonato Brasileiro
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página