Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
05/10/2002 - 17h54

São Paulo vence Flamengo, sai do sufoco e garante Oswaldo de Oliveira

da Folha Online

A vitória do São Paulo sobre o Flamengo, por 3 a 2, hoje, no estádio do Maracanã, poderia ter sido mais tranquila, caso a equipe aproveitasse as inúmeras chances que criou. De qualquer forma, o São Paulo quebrou uma sequência de cinco jogos sem vitória, além de dar mais fôlego ao técnico Oswaldo de Oliveirao. A equipe paulista chegou aos 25 pontos e voltou a integrar a zona de classificação.

Os jogadores do São Paulo cumpriram o que haviam prometido no treino de sexta-feira, no CCT da Barra Funda: assumiram a responsabilidade dentro de campo, para evitar que a pressão sob o técnico Oswaldo de Oliveira se tornasse insuportável.

Dentro de campo, apesar do forte calor no Rio de Janeiro, os jogadores são-paulinos se empenharam muito. Com apenas cinco minutos, duas boas chances foram criadas. A primeira, com Luís Fabiano, que chutou raspando a trave do goleiro Diego. Em seguida, Kaká recebeu livre e chutou forte. O zagueiro Flávio salvou o Flamengo com o goleiro já batido.

Depois dos sustos sofridos, o Flamengo tentou se soltar na partida. Foi quando ficou evidente que a equipe de Evaristo de Macedo precisa de mais qualidade técnica. Sandro Hiroshi e Liédson, os dois atacantes do time, ficaram isolados no ataque, sem receber passes que os deixassem em condições de marcar.

O São Paulo continuou pressionando e abriu o placar aos 25min. Reinaldo recebeu a bola na intermediária e chutou forte, no canto do goleiro Diego. Ele é o artilheiro do time na temporada com 25 gols. Em respeito ao clube que o revelou para o futebol, Reinaldo comemorou discretamente.

A equipe paulista ainda teve uma chance para marcar antes do intervalo, aos 38min, quando Fábio Simplício acertou o travessão de Diego numa cobrança de falta.

O São Paulo voltou melhor para o segundo tempo e ampliou o resultado aos 12min. Kaká fez ótima jogada individual e tocou para Reinaldo, completamente livre. O jogador bateu com categoria, na saída de Diego.

Mas o São Paulo não teve tempo para administrar o resultado. Dois minutos depois, o Flamengo diminuiu após cobrança de escanteio. A zaga do São Paulo não conseguiu cortar a bola em duas oportunidades e Liédson acertou uma bicleta, vencendo Rogério Ceni.

O São Paulo ainda desperdiçou algumas chances até que aos 36min Ricardinho lançou Kaká na direita. O meia-atacante, que fez uma ótima partida, dominou com classe e chutou cruzado, anotando o terceiro gol.

Liédson ainda diminuiu, aos 44min, mas o Flamengo não teve tempo para buscar o empate. O clube carioca tem 16 pontos e segue ameçado pelo rebaixamento.

FLAMENGO
Diego; Felipe Melo, Flávio, Fernando e Anderson; Jorginho, André Gomes (Anderson Gills), Fábio Baiano (Caio) e Wendell (Evandro); Liédson e Sandro Hiroshi
Técnico: Evaristo de Macedo

SÃO PAULO
Rogério; Gabriel, Jean, Ameli e Jorginho Paulista (Júlio Santos); Maldonado, Fábio Simplício, Ricardinho e Kaká; Reinaldo (Leandro) e Luis Fabiano
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro
Juiz: Sérgio da Silva Carvalho (DF)
Cartões amarelos: Felipe Mello, Fernando
Gols: Reinaldo, aos 25min do primeiro tempo; Reinaldo, aos 12min, e Liédson, aos 14min, Kaká, aos 36min, e Liédson, aos 44min da etapa final

Leia mais: Campeonato Brasileiro
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página