Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/10/2002 - 18h02

São Paulo derrota o Guarani e continua líder do Brasileiro

da Folha Online

O São Paulo obteve a sua quinta vitória consecutiva -o que não conquistava desde 1999- no Campeonato Brasileiro ao derrotar o Guarani por 2 a 1, hoje, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas.

O bom resultado manteve a equipe de Oswaldo de Oliveira na liderança isolada da competição com 37 pontos. O time de Campinas tem 28.

O primeiro tempo teve duas fases distintas. Na primeira delas, até os 24min, as duas equipes tentaram se organizar em campo, tocando a bola para os lados, sem conseguir criar chances de perigo.

Mas, aos 25min, a situação mudou completamente. Jorginho Paulista fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a área. Luis Fabiano não conseguiu dominar a bola, que sobrou para o chute forte e bem colocado de Ricardinho, abrindo o placar.

O Guarani tentou partir para o ataque, sempre em cobranças de falta de Martinez, mas o São Paulo foi mais competente e marcou o segundo gol aos 39min, quando Martinez derrubou Luis Fabiano dentro da área. O próprio atacante converteu a infração, marcando seu 11º no Brasileiro, se tornando o artilheiro isolado da equipe.

Mas o São Paulo nem teve muito tempo para festejar esse gol. Aos 41min, Júnior ajeitou de cabeça para Martinez, que, na marca do pênalti, tocou no canto de Rogério Ceni, que só olhou a bola entrar.

A etapa inicial terminou de forma nervosa. O árbitro Luís Marcelo Cansian distribuiu oito cartões para tentar conter a violência. Dois foram vermelhos, para Jean e Léo, que discutiram e trocaram empurrões aos 44min.

No segundo tempo, o São Paulo procurou se defender, enquanto o Guarani partiu desesperadamente para o ataque. O técnico Jair Picerni chegou a utilizar três ataques -Marcinho, Brenner e Sérgio Alves-, mas as alterações não surtiram efeito.

A melhor chance de gol da equipe de Campinas aconteceu aos 31min. Martinez cruzou da esquerda, Gustavo Nery não cortou e Sérgio Alves tocou para o gol, mas Rogério Ceni, no reflexo, garantiu os três pontos para o São Paulo.

GUARANI
Edervan; Patrício, Sangaletti (Daniel Victor), Bruno Quadros e Gílson; Emerson, Martinez, Adriano (Brenner) e Júnior (Marcinho); Léo e Sérgio Alves
Técnico: Jair Picerni

SÃO PAULO
Rogério; Jean, Júlio Santos e Gustavo Nery; Gabriel (Rafel), Fábio Simplício, Júlio Baptista (Aílton), Ricardinho (Adriano) e Jorginho Paulista; Luis Fabiano e Reinaldo
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Local: estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Juiz: Luís Marcelo Cansian (SP)
Cartões amarelos: Gustavo Nery, Gilson, Emerson, Sangalleti, Jorginho Paulista e Luis Fabiano
Cartões vermelhos: Jean e Léo
Gols: Ricardinho, aos 25min, Luis Fabiano, aos 39min, e Martinez, aos 41min do primeiro tempo

Leia mais: Campeonato Brasileiro
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página