Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
26/10/2002 - 17h55

São Paulo consolida liderança e já pensa em vantagem na 2ª fase

da Folha Online

Além de praticamente garantir a classificação à segunda fase do Campeonato Brasileiro, a vitória -a sexta consecutiva- por 3 a 1 sobre a Lusa, hoje no Canindé, deixou o São Paulo mais próximo de conquistar seu objetivo: assegurar o primeiro lugar nesta fase. Com isso, terá vantagem no mando de jogo nas fases seguintes.

A equipe de Oswaldo de Oliveira chegou aos 40 pontos e, dos quatro jogos que ainda disputará na primeira fase, três serão no estádio do Morumbi.

Mesmo jogando no campo do adversário, o São Paulo foi a equipe que mostrou mais vontade ofensiva no começo da partida. Liderados por Kaká, os são-paulinos criaram jogadas perigosas e poderiam ter aberto o placar caso não parassem nas boas defesas do goleiro Bosco.

Aos 4min, Kaká tocou para Gustavo Nery completamente livre na esquerda, ele chutou forte e Bosco colocou para escanteio. Dois minutos depois, Gustavo Nery cobrou falta violenta e Bosco se esticou para evitar o gol.

O problema da Lusa para chegar ao ataque era falta de criatividade no meio-de-campo. O técnico Edu Marangon escalou três volantes -Lelo ficou encarregado de perseguir Reinaldo o campo todo- e três atacantes. Faltava imaginação para criar jogadas.

O São Paulo continuou insistindo nas jogadas e chegou ao gol aos 30min, numa cobrança de falta perfeita de Rogério Ceni. Dessa vez, Bosco não conseguiu evitar o gol.

O gol fez com que o São Paulo relaxasse e permitisse os avanços da Lusa. Aos 42min, Alex Alves cobrou escanteio da direita e o zagueiro Luiz Henrique cabeceou completamente livre, aproveitando uma falha da defesa são-paulina, empatando a partida.

Ao contrário do primeiro tempo, a Lusa voltou para a etapa final pressionando e disposta a marcar o segundo gol. O lateral-esquerdo Júlio quase desempatou aos 6min, num chute da entrada da área.

Mas o São Paulo foi mais eficiente quando chegou ao ataque. Aos 18min, Gustavo Nery avançou pela esquerda e cruzou para Luis Fabiano, que marcou após dividir com o goleiro Bosco.

Dez minutos depois, Adriano -que havia entrado na equipe poucos minutos antes no lugar de Kaká- cobrou a falta da esquerda para Luis Fabiano, completamente livre. Ele só teve o trabalho de completar para o gol.

Foi o 13° gol de Luis Fabiano no Nacional e ele passa a disputar a artilharia do torneio.

LUSA
Bosco, Ricardo Lopes, Luiz Henrique, César e Júlio; Rocha, Lelo (Alex Xavier), Sandro Fonseca e Alex Alves; Édson Araújo e Ricardo Oliveira (Danilo)
Técnico: Edu Marangon

SÃO PAULO
Rogério Ceni, Gabriel, Ameli, Júlio Santos e Gustavo Nery; Maldonado (Júlio Baptista), Fábio Simplício, Kaká (Adriano) e Ricardinho; Reinaldo e Luís Fabiano (Leandro).
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Local: estádio do Canindé, em São Paulo
Árbitro: Edílson Pereira de Carvalho (SP)
Cartões amarelos: Gustavo Nery, Édson Araújo, César e Reinaldo
Gols: Rogério Ceni, aos 30min, e Luiz Henrique, aos 42min da etapa inicial; Luis Fabiano, aos 18min e aos 28min da etapa final

Leia mais: Campeonato Brasileiro
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página