Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
25/01/2003 - 13h58

Santo André bate o Palmeiras nos pênaltis e conquista a Copa SP

da Folha Online

O Santo André conquistou nos pênaltis seu primeiro título da história na Copa São Paulo de juniores, ao bater o Palmeiras por 5 a 4, após empate em 2 a 2 no tempo regulamentar.

Pouco antes, também no estádio do Pacaembu, a Inter de Limeira ficou com o terceiro lugar, ao superar, também nos pênaltis, o Vasco por 4 a 3, após igualdade em 2 a 2 nos 90 minutos.

A equipe do ABC saiu de um placar adverso de dois gols e só conseguiu igualar a partida no último minuto, também de pênalti.

O time do Parque Antarctica abriu o placar com Fábio, aos 45min do primeiro tempo em forte chute de fora da área. E ampliou aos 25min da etapa final, com Vágner, encobrindo o goleiro.

Três minutos depois, o Santo André diminuiu, com Tássio tocando na saída de Deola. E, aos 44min, o goleiro palmeirense derrubou o atacante Nunes na área. Denni bateu para empatar.

A prorrogação foi marcada por muitas faltas e reclamações em relação ao juiz Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral. O Palmeiras terminou com um jogador a menos, com o zagueiro Alceu, capitão do time, expulso por jogada violenta em Nunes.

No total, o árbitro distribuiu dez cartões amarelos.

Nos pênaltis, Vinícius desperdiçou a primeira cobrança para o Palmeiras, defendida pelo goleiro Júnior. Depois marcaram Paulo Renato, Júlio César, Thiago. Pelo Santo André, fizeram Denni, Alex, Rodrigo Sá, Regivan e Nunes.

Ao final da partida, a torcida palmeirense, que lotava o Pacaembu, entrou em confronto com a polícia.

Leia mais
  • Palmeirenses brigam com policiais e invadem o gramado do Pacaembu
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página