Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
26/03/2003 - 23h42

São Paulo vacila e sai de Brasília com o empate contra o Gama

da Folha Online

Depois de abrir uma vantagem de 2 a 0, o São Paulo vacilou e acabou empatando com o Gama por 2 a 2, hoje à noite, em Brasília, na partida de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Agora, no jogo de volta, o time do técnico Oswaldo de Oliveira poderá empatar por 0 a 0 ou 1 a 1 _o 2 a 2 leva a decisão para os pênaltis.

Apesar de jogar fora de casa, o São Paulo parecia estar jogando no Morumbi: boa parte do público presente o apoiou, o que deu confiança aos jogadores nos minutos iniciais da partida. Mesmo assim, a equipe preferiu se sujeitar à pressão do clube brasiliense para tentar explorar os contragolpes.

Enquanto o Gama ia perdendo gols (o goleiro reserva Roger fez pelo menos três belas defesas), o São Paulo preferia cadenciar o jogo, principalmente com Ricardinho. Quando a etapa inicial ia terminando, o time paulista cresceu e perdeu três gols na sequência, inclusive um chute de Marco Antônio que bateu na trave. Aos 46min, Reinaldo recebeu na entrada da área, fez ótima jogada, driblou o zagueiro adversário e chutou bem, no alto, sem chances para o goleiro Júlio César.

Apesar do gol, o Gama _que fez um bom primeiro tempo_ seguiu dominando o jogo na etapa final. Não fosse a noite inspirada de Roger, a equipe de Brasília certamente teria feito seu gol muito antes de levar o segundo são-paulino, aos 16min, numa cobrança de falta de Júlio Baptista que desviou e enganou o goleiro.

Mas o placar era enganoso. Já que o Gama não conseguia empurrar a bola para a rede, o lateral Gustavo Nery decidiu dar uma força. Aos 20min, após ele cruzamento na área, ele mergulhou e desviou para a própria meta.

O gol incendiou o jogo. O Gama foi atrás do empate, mas deixou muitos espaços atrás e o São Paulo por pouco não aproveitou. Luís Fabiano chutou uma bola na trave aos 27min. Onze minutos depois, num contragolpe, Leonardo Manzi _ em posição duvidosa_ arrancou sozinho e bateu por entre as pernas de Roger, deixando tudo igual.

O Gama seguiu pressionando e só desistiu aos 45min, quando passou a tocar a bola. Ao São Paulo, o empate acabou sendo um bom resultado diante das chances criadas pelo adversário.

GAMA
Júlio César; Gustavinho, Nem, Emerson e Rochinha; Goeder, Adelmo (Diego), Wesley e Rodriguinho; Luciano Fonseca (André Barroso) e Leonardo Manzi
Técnico: Cristiano Baggio

SÃO PAULO
Roger; Gabriel, Jean, Gustavo Nery e Fabiano; Fábio Simplício, Júlio Baptista, Marco Antônio e Ricardinho; Reinaldo e Luís Fabiano
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Gols: Reinaldo aos 46min do primeiro tempo; Júlio Baptista aos 16min, Gustavo Nery (contra) aos 20min e Leonardo MAnzi aos 38min do segundo
Juiz: Lourival Dias Filho (BA)
Cartões amarelos: Fábio Simplício, Adelmo e Emerson
Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília, hoje à noite

Especial
  • Copa do Brasil


    Especial
  • Copa do Brasil
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página