Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
07/10/2000 - 17h42

Vitória goleia o líder São Paulo pela Copa JH

Publicidade

da Folha Online

No encontro entre os times com os melhores ataques da Copa João Havelange, o Vitória aplicou uma goleada no São Paulo por 5 a 1, hoje, em Salvador, e quebrou uma série de quatro partidas sem vitórias e três sem marcar gols. Com os cinco gols marcados, a equipe baiana passa a ter o melhor ataque da competição com 33 gols.

Vitor (3) e Sinval (2) marcaram para o Vitória, enquanto Beto descontou para o São Paulo.

Mesmo levando um gol logo aos 3min, quando Beto, batendo falta, abriu o placar para o São Paulo, a equipe baiana dominou completamente a partida.

Após sofrer o gol, o Vitória partiu para o ataque e aos 9min, Sinval, aproveitando falha da dupla de zagueiros do São Paulo _Wilson e Rogério Pinheiro_ , marcou um lindo gol, de bicicleta. O gol acabou com um jejum de três jogos da equipe baiana sem marcar gols na Copa João Havelange.

Aos 13min, o Vitória passou na frente do marcador. O atacante Vitor fez uma boa jogada pela direita e ao tentar cruzar, a bola desviou no zagueiro Rogério Pinheiro e acabou enganando o goleiro Alencar _que substitui Rogério, na seleção.

O Vitória comandava a partida. Com toques rápidos, o time baiano criava muitas oportunidades. Aos 22min, Sinval desperdiçou ótima chance para marcar, após jogada de Leandro pela esquerda.

O São Paulo não conseguia marcar os principais armadores do Vitória. Sandoval, Fernando e Juninho Petrolina criavam as principais jogadas do time baiano. A equipe paulista sentiu os desfalques de Belletti, Maldonado, Ayala e França.

Aos 24min, após tabela entre o meia Sandoval e o atacante Sival, o meia acabou sofrendo pênalti do goleiro Alencar. Sinval cobrou forte e fez o terceiro gol da equipe baiana, aos 25min.

Vencendo por dois gols de vantagem, o Vitória diminuiu o ritmo e o São Paulo conseguiu equilibrar a partida no final do primeiro tempo.

Aos 41mim, o Vitória chegaria ao quarto gol. Mais uma vez Sinval e Sandoval entraram tabelando pelo meio da defesa do São Paulo, e após a falha de Rogério Pinheiro, o meia cruzou para Vítor, livre, marcar seu segundo gol na partida.

O técnico Levir Culpi fez uma alteração no início do segundo tempo. Tirou o volante Alexandre e colocou o meia Souza, com o objetivo de dar maior criatividade ao time.

A substituição não surtiu o efeito esperado e o Vitória continuava levando perigo à defesa da equipe paulista. A equipe baiana encontrava facilidade para trocar passes perto da grande área do time paulista.

O quinto gol do Vitória foi marcado aos 12min. Em um rápido contra-ataque, Sinval tentou driblar Wilson, foi desarmado, mas a bola sobrou para Vítor marcar o seu terceiro gol no jogo.

Com a vitória garantida, o time baiano começou a tocar a bola e administrou sua vantagem nos últimos minutos contra um São Paulo nocauteado.

Foi a segunda derrota do São Paulo na Copa João Havelange. A equipe vai tentar a recuperação na próxima quarta-feira contra o Coritiba.

O time baiano, que conquistou sua sétima vitória, enfrenta o Vasco na próxima quarta-feira.

VITÓRIA
Paulo Musse; Wilson, Marcone, Marcos e Leandro; Xavier (Tácio), Sandoval (Chiquinho), Fernando e Juninho Petrolina; Sinval e Vitor (Elson) Técnico: Ricardo Gomes

SÃO PAULO
Alencar; Pimentel, Rogério Pinheiro, Wilson e Gustavo Nery; Alexandre (Souza), Fábio Simplício (Júlio Batista), Beto e Carlos Miguel; S. Hiroshi (Illan) e Marcelo Ramos Técnico: Levir Culpi

Local: estádio Barradão, em Salvador
Juiz: Oscar Roberto Godoi (PR)
Gols: Beto, aos 3min, Sinval, aos 9min, Vitor, aos 13min, Sinval, aos 25min e Vitor aos 41min do primeiro tempo; Vitor, aos 12min do segundo tempo
Cartões amarelos: Marconi, Fernando(V)

Leia mais sobre a Copa João Havelange

Leia mais sobre esporte na Folha Online
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página