Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
25/11/2009 - 11h14

Após incidentes, Egito boicota Argélia em competições esportivas

Publicidade

da Efe, no Cairo

As autoridades esportivas egípcias decidiram boicotar a Argélia em suas competições esportivas por causa dos incidentes ocorridos antes e depois do jogo pela eliminatórias da Copa de 2010 entre os dois países no Sudão, informou hoje o jornal local "Al-Ahram".

A decisão foi tomada na terça-feira à noite durante uma reunião urgente entre o Conselho Nacional do Esporte, o Comitê Olímpico Egípcio e várias federações esportivas.

Segundo o jornal, a medida inclui boicotar qualquer campeonato ou ato esportivo que aconteça na Argélia. Além disso, o Egito se negará a organizar em seu território qualquer campeonato com a participação argelina.

O Egito ficou de fora da Copa do Mundo da África do Sul de 2010 em 18 de novembro, ao perder por 1 a 0 para Argélia, em uma partida de desempate disputada no Sudão.

Antes desse encontro, empresas egípcias que operam na Argélia foram depredadas por torcedores argelinos e, depois da partida em Cartum, as autoridades egípcias afirmam que alguns de seus cidadãos foram agredidos por argelinos.

A partida foi acompanhada de várias manifestações de protesto em frente à embaixada da Argélia no Cairo.

O chefe dos serviços secretos egípcio, Omar Suleiman, e o ministro de Assuntos Exteriores, Ahmed Aboul Gheit, viajaram hoje ao Sudão para falar com as autoridades sudanesas sobre a partida de 18 de novembro e os incidentes ocorridos depois.

Segundo o jornal "Al-Ahram", a delegação egípcia deve expressar o agradecimento de seu país ao Sudão pelos preparativos realizados para receber a partida.

Comentários dos leitores
Valentin Makovski (511) 27/01/2010 14h48
Valentin Makovski (511) 27/01/2010 14h48
""O presidente do Bayern de Munique, Uli Hoeness""
Em partes podemos concordar com ele, mas precisamos dar méritos ao povo sudafricano, pois se esforçaram ao máximo p/ conseguir sediar a copa. A questão vai mais além da segurança, existe na FIFA um preconceito racial, e que não é exposto pois a federação africana esta bem e tem várias seleções classificadas p/ 2010, mas como nações tem seus prô contra, a violência naquele continente não tem prazo nem limíte p/ acabar, são conflitos que vão além de fronteiras, são étnicos e se alastram por anos de história. Acredito que mesmo com tudo que esta sendo feito pela segurança da África do Sul, não vai ser sufiente, podemos esperar que algo aconteça.
Sobre futuras copas, a FIFA precisa entender que outros continentes fora o Europeu, podem sediar uma copa, não se pode descriminar tanto assim, se a Alemanha gastou U$ 1 Bilhão p/ construir um estádio, no Brasil podemos faezr o mesmo com a metáde do preço, ou quem sabe em 2030 conforme á interesse do Uruguai//Argentina querem sediar, se pode sim, porque não????
A FIFA precisa ser mais DEMOCRÁTICA
sem opinião
avalie fechar
Oliver Oiveira (49) 24/01/2010 20h03
Oliver Oiveira (49) 24/01/2010 20h03
Concordo em parte com o Zeferino...acho dificil uma selecao Africana ganhar a copa ( mesmo que a Fifa queira ) , acho mesmo que a copa deve ficar mesmo na Europa ( so' naum me perguntem aonde ) sem opinião
avalie fechar
Zeferino ! (20) 22/01/2010 11h15
Zeferino ! (20) 22/01/2010 11h15
Muito dificl uma seleçãoa friacana ser campeã. Vão dar muito trabalho, mas conquistar o campeonato acho pouco provavel! Agora, temos que ficar espertos com os hermanos... time com qualidade quando chega desacreditado assim.. vide compa de 2002! O Brasil tem condições de ganhar, mas tem que trabalhar com humildade... se jogar como jogou até agora, seremos hepta! A Espanha o maximo que ela consegue é liderar o ranking da fifa... sem opinião
avalie fechar
Comente esta reportagem Veja todos os comentários (182)
Termos e condições
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página