Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
25/01/2004 - 12h28

Corinthians ganha pela 5ª vez a Copa SP no aniversário de São Paulo

Publicidade

da Folha Online

A torcida do Corinthians ganhou um grande presente no aniversário dos 450 anos de São Paulo: o quinto título da Copa São Paulo de juniores com a vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, neste domingo, estádio do Pacaembu.

Com a conquista, a equipe do Parque São Jorge iguala-se ao Fluminense no ranking dos campeões da competição. O clube carioca venceu a competição em 1961, 73, 77, 86 e 89. Já os paulistas haviam ganho em 69, 70, 95 e 99.

A presença de atletas profissionais nas duas equipes deu realmente um perfil de clássico do futebol paulista. O primeiro tempo foi equilibrado. O Corinthians começou bem melhor, explorando as jogadas de velocidade com Abuda e Jô para tentar furar o esquema de marcação do adversário, que se concentrava na linha de três zagueiros.

Aos 8min, Jô teve a primeira oportunidade para marcar, mas o goleiro Mateus fez boa defesa. Mas aos poucos, o São Paulo foi se soltando em campo, comandado pelo atacante Diego Tardelli e o pelo meia Marco Antônio.

Aos 14min, Diego entrou na área com a bola dominada, mas o goleiro Júlio Cesar defendeu. Depois, aos 31min, o São Paulo teve outra boa jogada de ataque. Após cruzamento da esquerda, Marco Antonio matou a bola no peito e fez o passe para Tardelli, que chutou fraco. O goleiro do Corinthians defendeu.

Um minutos depois, o time do Morumbi criou a melhor jogada da partida. Diego fez o passe para Alê, que deu um toque para Paulo Kraus. O atacante desperdiçou a jogada.

O técnico do Corinthians, Adaílton Ladeira, admitiu no final do primeiro tempo que sua equipe havia caído de produção, dando espaço para o adversário armar as jogadas.

Por isso, no intervalo fez duas modificações. Ele tirou Roni e Ednei e pôs Nilton e Bobô, respectivamente. A intenção do treinador era dar mais combate no meio-campo, e juntar três jogadores no ataque: Bobô, Jô e Abuda.

A mudança deu resultado imediato. Logo aos 6min do segundo tempo, Bobô, na primeira jogada fez 1 a 0. O atacante ganhou a dividida com o zagueiro adversário Carlinhos, avançou com a bola e chutou no canto direito de Mateus.

Quatro minutos depois, o São Paulo levou outro golpe. Diego Tardelli sentiu um problema muscular na coxa. O atacante tentou continuar em campo, mas não resistiu e foi substituído por Paulo Matos, aos 16min.

Aos 22min, o juiz Philipp Lombart expulsou Fininho, do Corinthians, e André, do São Paulo, após uma disputa de bola. Com as expulsões, os treinadores Ladeira e Vizolli tentaram criar outra estratégia em campo.

O técnico corintiano tirou o atacante Abuda e pôs o zagueiro Renato para garantir o resultado.

Mas em seguida o São Paulo teve mais um jogador expulso. Rosinei avançou pela direita e sofreu uma falta dura de Alê. O jogador, que já tinha amarelo, ganhou o vermelho do juiz Philipp Lombart.

Mesmo com o título praticamente garantido, o Corinthians ampliou a vantagem aos 39min. O atacante Bobô foi derrubado pelo goleiro Mateus dentro da área e o juiz marcou pênalti, que foi convertido pelo volante Rafael.

Após o gol, o atacante Abuda, que já estava no banco de reservas (foi substituído por Renato), comemorou o gol com gestos de provocação para a torcida adversária. O jogador foi advertido pelo policiamento e depois o juiz o expulsou.

Os jogadores do São Paulo, já descontrolados em campo, não demonstraram poder de reação. Marco Antônio ainda foi expulso aos 43min.

CORINTHIANS
Júlio César; Édson, Wendel, Alemão e Fininho; Rafael, Rosinei, Ednei (Bobô) e Roni (Nilton); Jô e Abuda (Renato)
Técnico: Adaílton Ladeira

SÃO PAULO
Mateus; Thiago, Edcarlos, Flávio e André; Alê, Carlinhos (Robert), Marco Antônio e Ernandes (Aílton); Paulo Kraus e Diego Tardelli (Paulo Matos)
Técnico: Vizolli

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Juiz: Philipp Lombart
Cartões amarelos: Alemão e Wendell (C); Carlinhos e Flávio (S)
Cartões vermelhos: Fininho e Abuda (C); André, Alê e Marco Antônio (S)
Gols: Bobô, aos 6min, e Rafael, aos 39min do segundo tempo

Leia mais
  • Corintianos atribuem vitória ao desempenho no segundo tempo
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página