Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/11/2000 - 17h57

Com apenas um atacante, São Paulo goleia o Vasco

Publicidade

da Folha Online

Com apenas um atacante, o São Paulo goleou o Vasco por 4 a 0 hoje à tarde, em São Januário, pela última rodada da primeira fase da Copa João Havelange.

Sem opção para escalar dois atacantes por causa das contusões de Marcelo Ramos e Ilan, e da suspensão de Sandro Hiroshi, o técnico Levir Culpi foi obrigado a escalar apenas o atacante França.

Apesar da improvisação, o esquema deu resultado. Com apenas França jogando específico no setor, o tricolor paulista conseguiu a sua maior goleada na competição.

Com o resultado, o São Paulo garantiu a sexta colocação da Copa João Havelange, com 39 pontos. Na próxima fase, o time comandado por Levir Culpi enfrentará o Palmeiras.

Para a primeira partida do confronto, o São Paulo poderá não contar com o atacante França e o zagueiro Rogério Pinheiro, que se contundiram.

França sentiu uma fisgada na coxa direita no final da partida e foi substituído. Já Rogério Pinheiro reclamou de dores no joelho esquerdo e saiu no intervalo do jogo. Os dois jogadores serão submetidos a exames amanhã pela manhã, em São Paulo.

Com a goleada sofrida hoje, o Vasco, que atuou desfalcado de sete titulares, perdeu a vantagem de jogar com um ´nanico" nas quartas-de-final da competição. Até o início da última rodada o time carioca estava em quarto lugar.

Pelo regulamento da Copa João Havelange, os quatro primeiros colocados na fase inicial têm a vantagem de definir a classificação para as quartas-de-final contra uma das equipes que começaram o torneio fora do grupo de elite, teoricamente mais fracos.

Com a goleada, o Vasco ficou em quinto lugar, com 39 pontos e jogará com o Bahia, nas oitavas-de-final.

Aproveitando a fragilidade do time carioca, que atuou com mais da metade da equipe reserva, o São Paulo não teve muitas dificuldades para golear.
Os gols do tricolor paulista foram marcados pelo volante Fábio Simplício (2), pelo zagueiro do Vasco Valkmar, contra, e pelo meia Beto.

Aproveitando a falta de entrosamento da defesa carioca, que atuou com três reservas, o tricolor começou a pressionar e o gol não demorou. Aos 19 min, o volante Fábio Simplício abriu o marcador.

Em desvantagem no placar, o Vasco se lançou ao ataque. Com a equipe do São Januário perdida em campo, a partida ficou ainda mais fácil para o São Paulo. Aos 30min, Simplício novamente marcou para o tricolor paulista.

No segundo tempo, o São Paulo continuou dominando a partida e teve tempo para marcar mais dois gols. Aos 19min, o zagueiro Valkmar marcou contra após desviar um chute do lateral-esquerdo Gustavo. E aos 39min, o meia Beto encerrou a goleada.

VASCO
Helton (Fábio); Maricá, Valkmar, Alexandre Torres (Mauro Galvão) e Jorginho Paulista; Nasa, Paulo Miranda, Alex Oliveira (Felipe) e Juninho Paulista; Pedrinho e Zezinho
Técnico: Oswaldo Oliveira

São Paulo
Rogério Ceni; Pimentel, Jean, Rogério Pinheiro (Wilson) e Gustavo; Alexandre, Fábio Simplício (Axel), Carlos Miguel e Souza; Beto e França (Júlio Batista)
Técnico: Levir Culpi

Local: estádio de São Januário, no Rio de Janeiro
Juiz: Carlos Eugênio Simon (RS)
Cartões amarelos: Fábio Simplício e Jean (S); Valkmar e Mauro Galvão (V)
Gols: Fábio Simplício, aos 19min e aos 30min do primeiro tempo; Valkmar, contra, aos 19min, e Beto aos 39min do segundo
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página