Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/12/2005 - 09h45

Derrotado, Liverpool ataca árbitro e "retranca são-paulina"

Publicidade

da Folhapress

Ao justificar sua derrota, jogadores e técnicos do Liverpool fizeram críticas à arbitragem e ao defensivismo são-paulino. Para o técnico do clube inglês, Rafa Benitez, o seu time mereceu ganhar porque jogou melhor.

A tese do treinador é baseada nas estatísticas. Ele disse que seu time deu 21 chutes a gol, teve 17 escanteios e acertou duas vezes a trave.

"Tenho que parabenizar meus jogadores porque merecemos ganhar", afirmou Benitez. "Nós marcamos três gols [todos anulados pelo juiz]. O que poderíamos ter feito mais? Não poderíamos ter feito mais para ganhar."

Satisfeito com seu time, o treinador demonstrou irritação com o árbitro Benito Archudia e seus auxiliares. Para o espanhol, eles erraram em quatro lances.

"Nós sabemos que o gol de Sinama-Pongolle foi claramente legal", disse, sobre lance em que foi marcado impedimento.

Ainda reclamou que Lugano deveria ter sido expulso pelo carrinho que deu em Gerrard. E protestou porque o juiz só deu três minutos de acréscimos -queria cinco. Ainda queria a marcação de um pênalti.

Ao final do jogo, ele reclamou com o presidente da Fifa, Joseph Blatter. Jogadores do Liverpool falaram com o juiz.

Por fim, o técnico preferiu apelar para ironia contra o São Paulo.
"Eu tentei mostrar respeito com o São Paulo porque é um bom time, mas dominamos o jogo", explicou o treinador. "Você normalmente não vê um time brasileiro se defender assim."

O meia Riise também acha que o gol de Simana foi regular. "Nós estamos decepcionados porque fomos o melhor time na final."

Já o meia Xabi Alonso classificou de injusto o resultado por causa das várias chances perdidas. "Não acredito que não conseguimos empatar."

O goleiro Pepe Reina estava contrariado porque, depois de 11 jogos invicto, sofreu um gol. "Não me importo com o recorde [cair]. Mas não queria isso na final."

Especial
  • Leia cobertura completa sobre o Mundial de Clubes
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


    Voltar ao topo da página