Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/02/2001 - 05h12

Conheça os filmes nacionais que ganharam o "Oscar" brasileiro

Publicidade

da Folha Online, em Petrópolis (RJ)

Confira os filmes que foram premiados no sábado, dia 10, no Grande Prêmio Cinema Brasil, considerado o "Oscar" brasileiro da produção audiovisual.

Melhor Filme
  • "Eu Tu Eles", de Andrucha Waddington
    (concorreu com O Auto da Compadecida, Cronicamente Inviável, Santo Forte e Castelo Rá-Tim-Bum)

    Melhor Direção de Arte
  • Vera Hamburguer e Clóvis Bueno, por "Castelo Rá-Tim-Bum"
    (concorreu com O Trapalhão e a Luz Azul, Amélia, Hans Staden e Eu Tu Eles)

    Melhor Série de TV (Prêmio Walter Clark)
  • "A Muralha"
    (concorreu com A Invenção do Brasil, Amor que Fica, Aquarela do Brasil; e Como Ser Solteiro)

    Melhor Lançamento de Cinema (Prêmio Luiz Severiano Ribeiro)
  • "O Auto da Compadecida", de Guel Arraes
    (concorreu com Castelo Rá-Tim-Bum, Eu Tu Eles, O Dia da Caça e Bossa Nova)

    Melhor Atriz (Prêmio Dina Sfat)
  • Regina Casé, por "Eu Tu Eles"
    (concorreu com Míriam Muniz, por Amélia; Denise Weinberg, por Quase Nada; Laura Cardoso, por Através da Janela; e Fernanda Torres, por Gêmeas)

    Melhor Obra Audiovisual de Animação (Prêmio Anélio Latini Filho)
  • "Almas em Chamas", de Arnaldo Galvão
    (concorreu com Cavaleiro Jorge, A Dança do Acasalamento, Amor Índio e Chifre de Camaleão)

    Melhor Direção de Fotografia (Prêmio José Medeiros)
  • Breno Silveira, por "Eu Tu Eles"
    (concorreu com Hans Staden, Cruz e Souza o Poeta do Desterro, O Dia da Caça e Estorvo)

    Melhor Trilha Musical (Prêmio Antônio Carlos Jobim)
  • Silvio Barbato, por "Villa-Lobos - Uma Vida de Paixão"
    (concorreu com Bossa Nova, Estorvo, Eu, Tu, Eles e Hans Staden)

    Melhor Obra Audiovisual de Curta-metragem (Prêmio Humberto Mauro)
  • "Outros", de Gustavo Spolidoro
    (concorreu com Passadouro, Pormenores, O Mundo Segundo Sílvio Luis e Tipos Intrometidos)

    Melhor Roteiro (Prêmio Alinor de Azevedo)
  • "O Auto da Compadecida", de Guel Arraes, Adriana Falcão e João Falcão
    (concorreu com Castelo Rá-Tim-Bum, Eu Tu Eles, Hans Staden e Amélia)

    Melhor Obra Audiovisual de Média-metragem (Prêmio Alberto Cavalcanti)
  • "A Invenção da Infância", de Liliana Sulzbach
    (concorreu com O Velho, O Mar e O Lago, Um Filme de Marcos Medeiros, Tepê, e BMW Vermelho)

    Melhor Montagem
  • Vicente Kubrusly, por "Eu Tu Eles"
    (concorreu com Hans Staden, Villa-Lobos Uma Vida de Paixão, Estorvo, e O Dia da Caça)

    Melhor Obra Audiovisual de Vídeo - videoclipe (Prêmio Walter George Durst Filho)
  • "5 Sentidos"
  • "A Minha Alma"
    (concorreram com Cartas da Mãe, Acidente Geográfico e O Fim do Sem Fim)

    Prêmio Especial (Prêmio Mário Peixoto)
  • Riofilme (obra audiovisual ou pessoa física ou jurídica)
    (concorreu com Filme B, BR Distribuidora, Labocine e Anima Mundi)

    Melhor Filme Estrangeiro (Prêmio Joaquim Pedro de Andrade)
  • "Buena Vista Social Club"
    (concorreram: O Assédio, Corra Lola, Corra, Trem da Vida e Magnólia)

    Melhor Produção Culural de TV (Prêmio Roquette Pinto)
  • "Música do Brasil"
  • "O Povo Brasileiro"
    (concorreram com Os Carvoeiros, Os Brasileiros e Timor Lorosae - O Nascimento de Uma Nação)

    Melhor Ator:
  • Matheus Nachtergaele, por "O Auto da Compadecida"
    (concorreu com Antônio Fagundes, por Villa-Lobos - Uma Vida de Paixão; Stênio Garcia, por Eu Tu Eles; Renato Aragão, por O Trapalhão e a Luz Azul; e Genézio de Barros, por Quase Nada)

    Melhor Direção:
  • Guel Arraes, por "O Auto da Compadecida"
    (concorreu com Eu Tu Eles, Bossa Nova, Hans Staden e Estorvo)

    Homenagens
  • Sônia Braga (35 anos de carreira)
  • Renato Aragão (40 anos de carreira)
  • Nelson Pereira dos Santos (cineasta)

    Leia também:

  • "Eu Tu Eles" é premiado como o melhor filme nacional de 2000


  •   Veja galeria de fotos
     

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página