Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/08/2001 - 02h38

Televisão: "Padroeira" tem menos Ibope do que "Malhação"

Publicidade

DANIEL CASTRO
da Folha de S. Paulo

Após sofrer intervenção, a novela das seis da Globo, "A Padroeira", aumentou sua audiência, mas ainda tem menos público do que "Malhação", que a antecede, um fato inédito. Sua média no Ibope subiu de 24 pontos em julho para 26 nos primeiros 16 dias de agosto. No mesmo período, "Malhação" registrou 27 pontos. "Estrela-Guia" e "O Cravo e a Rosa", últimas novelas das seis, atingiram médias superiores a 30 pontos.

A produção teve um começo sofrível no Ibope porque seu diretor-geral, Walter Avancini, se afastou do comando por problemas de saúde. Em pesquisas, a Globo detectou que o público rejeitou as cenas de violência contra escravos -até o movimento negro reclamou- e se assustou com a possibilidade de um par romântico ser formado por irmãos.

Em junho, Roberto Talma assumiu a direção e trocou a linha realista por uma mais romântica. Sete personagens foram eliminados, uma trilha sonora foi adotada, e os cortes ficaram suaves. As chicotadas viraram coisa do passado.

Segundo o autor, Walcyr Carrasco, as mudanças não foram por causa de ibope, mas de concepção de diretor. Com tendência de alta, a novela deve ficar no ar até janeiro.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página