Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
10/12/2001 - 11h51

SBT estréia "Amor e Ódio", mais um dramalhão no estilo mexicano

Publicidade

CAROLINA CAMARGO
do Agora

Esqueça o conto de fadas "Pícara Sonhadora", o SBT apresenta sua nova trama, repleta de traições e beijos ardentes.

"É uma novela adulta, um mundo de angústias, amores frustados e infidelidade", diz Jacques Lagôa, um dos diretores de "Amor e Ódio".
Ao que tudo indica, o jeito mexicano de contar uma história também estará mais vivo dessa vez. "A novela tem 99% de sofrimento. As interpretações são mais fortes. Os atores não falam, eles demonstram os sentimentos", afirma Lagôa. A nova trama também será mais ousada, com banhos de cachoeiras e cenas de amor nos estábulos das fazendas que servem de cenário para a produção.

A novela conta a história de Regina (Suzy Rêgo), moça órfã e rica, que, ao ser abandonada no altar, se torna uma mulher amargurada e decide se mudar para a Fazenda Cascavel, herança de seus pais. Na semana de estréia, "Amor e Ódio" deve ir ao ar às 20h40, logo depois de "Pícara", que só acaba no dia 15 com o casório de Milla (Bianca Rinaldi) e Alfredo (Petrônio Gontijo).

O SBT já começa a planejar o segundo horário de novelas produzidas no Brasil. "Provavelmente será "Marisol'", diz Mauro Lissoni, diretor de programação da emissora. "As gravações começam dia 1º de março", afirma David Grinberg, diretor do núcleo de teledramaturgia do SBT.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página