Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
03/08/2000 - 15h15

"60 Segundos" volta aos cinemas sem novidades, mas empolga com carrões

Publicidade

Divulgação
Veja mais fotos
Nicolas Cage em "60 Segundos"
MARCELO BARTOLOMEI
Coordenador de Ilustrada da Folha Online

Carros potentes e imponentes, entre Ferraris, Jaguars, Porsches e Mercedes-Benz, desfilam pelas vitrines e ruas de Long Beach (EUA). Dizem que brasileiro é apaixonado por carros, e Memphis Raines (Nicholas Cage) também. Ele é um ladrão de carros "aposentado" que volta à ativa para salvar seu irmão da ameaça de um criminoso no filme "60 Segundos", que estréia nesta sexta-feira, dia 4, no Brasil.

Com direção de Dominic Sena ("Kalifornia"), um "mago" da publicidade norte-americana, "60 Segundos" promete levar muita gente aos cinemas por suas sequências de ação, diálogos bem-humorados e pela atuação (que poderia ganhar mais destaque) da vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante deste ano, Angelina Jolie.

Divulgação
Veja mais fotos
Angelina Jolie em "60 Segundos"
Nada inédito, mas garante algumas horas de diversão. O filme pode ser considerado um remake de "Gone in 60 Seconds", cult de 1974, apesar de o produtor Jerry Bruckheimer negar a comparação e afirmar que desta vez optou por reconstruir o original.

Na história, Cage reúne novamente sua "equipe" para cumprir uma missão de roubar 50 carros, entre eles alguns raros, em uma noite. Missão impossível? Não para ele, que reúne o maior "know how" e pode dar exemplo às quadrilhas especializadas em roubo de veículos com ferramentas e estilo de dar inveja a qualquer ladrão. Dá vontade até de dizer: "Ai, que bom que ninguém cobiça o meu Uninho"!

"60 Segundos" faz um estilo eletrizante, tem boa música, mas sem surpresas. O anti-herói de Nicolas Cage é um cidadão tranquilo que treina crianças para corridas de kart até ser convocado para sua "missão". Daí em diante, planeja seus 50 roubos, calcula passo a passo e constrói seus inimigos, entre criminosos e a própria polícia.

Torcida
A fórmula do anti-herói incentiva o espectador a torcer por Memphis Raines, mas passa dos limites quando, a pouquíssimos minutos de terminar o período de entrega da "encomenda", pula com um Shelby Mustang GT 500 e a ajuda de uma rampa sobre um congestionamento de quilômetros e consegue escapar da perseguição policial. E no final, ainda salva da morte o tira que tanto queria lhe pegar.

Jolie garante o toque feminino do filme: pode levar a platéia masculina ao delírio quando passa batom vermelho em sua carnuda e tentadora boca e faz um tipo mecânica-sexy, exibindo suas tatoos no braço -tão escondidas em "Garota, Interrompida", que lhe rendeu o Oscar. Não é à toa que Angelina Jolie é a bola da vez de Hollywood.

Veja galeria de imagens do filme "60 Segundos"

Clique aqui para ler mais de Ilustrada na Folha Online

Discuta esta notícia nos Grupos de Discussão da Folha Online - uol.folha.ilustrada.cinema
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página