Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/09/2002 - 00h49

Espanhol Alejandro Sanz é o grande vencedor do Grammy Latino 2002

da Folha Online

O cantor Alejandro Sanz foi o grande vencedor do Grammy Latino de 2002. O artista espanhol foi premiado em três categorias na festa realizada na noite desta quarta-feira, no Kodak Theatre, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Sanz ganhou os principais prêmios da noite com o Melhor Álbum pelo CD "MTV Unplugged", e os de Melhor Gravação e Melhor Música por "Y Sólo Se Me Ocurre Amarte".

Como grande premiado da noite, Sanz surpreendeu já que concorria com nomes como o do colombiano Carlos Vives, o da cubana Celia Cruz, e o do brasileiro Ivan Lins, que concorria a Melhor Álbum do Ano com um tributo ao cantor e compositor Tom Jobim com o CD "Jobiniando".

"Obrigada, estou emocionado por estes prêmios, mas por outro lado triste porque eu queria que um deles tivesse sido dado à Celia Cruz", disse Sanz ao receber um dos prêmios.

Apesar da surpresa com a premiação de Sanz, os veteranos Celia Cruz, Chucho Valdés, também foram contemplados.

Entre os brasileiros, Lenine levou o prêmio de Melhor Álbum Pop Contemporâneo. Xuxa foi vencedora na categoria Melhor Álbum Infantil com o CD "Xuxa Só Para Baixinhos 2", e Padre marcelo Rossi ficou com o Melhor Álbum de Música Cristã com "Paz - Ao Vivo".

"Saudade de Amar", de Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro venceu na categoria Melhor Canção Brasileira.

Shows

O momento brasileiro da noite ficou para a apresentação de Ivan Lins, que cantou "Samba do Avião" e "Garota de Ipanema". Na segunda música o cantor contou com a participação do grupo Cucabossanova.

Os shows da noite deram uma mostra da diversidade dos ritmos latinos com apresentações de Marc Anthony, Juannes e Nelly Furtado, Thalía, Shakira, Carlos Vives, Alejando Sanz e Célia Cruz.

Leia mais:
  • Veja os vencedores das principais categorias do Grammy Latino

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página