Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
21/11/2007 - 19h40

Ator Fernando Fernán Gómez morre aos 86 anos na Espanha

Publicidade

da France Presse, em Madri

O ator Fernando Fernán Gómez morreu aos 86 anos nesta quarta-feira em um hospital de Madri. Ele é considerado uma das figuras de destaque do cinema espanhol.

Ator de cinema e teatro, roteirista e diretor, Gómez nasceu no Peru quando sua mãe, a atriz espanhola Carola Fernán Gómez, viajava pela América Latina.

Andrea Comas/Reuters
Ator Fernando Fernán Gómez, figura de destaque do cinema espanhol, morreu aos 86
Ator Fernando Fernán Gómez, figura de destaque do cinema espanhol, morreu aos 86

O ator foi para a Espanha aos 3 anos e estudou Filosofia e Letras em Madri. Na década de 40, passou a se dedicar ao cinema como ator e diretor.

Durante sua carreira, atuou em quase de 170 filmes, trabalhando com os mais destacados diretores espanhóis, como Pedro Almodóvar, Víctor Erice, Luis García Berlanga.

Intérprete de filmes que se consagraram, Gómez participou de "O Espírito da Colméia" (1973), "Mamãe faz Cem anos" (1979), "O Inquilino" (1957) e "Tudo Sobre Minha Mãe" (1999).

Como diretor, filmou 27 longas-metragens para o cinema e para a televisão. Além do prêmio de Príncipe das Astúrias das Artes de 1995, Gómez recebeu os Nacionais de Cinema e Teatro, a Medalha de Ouro da Academia do Cinema, três prêmios Goya, entre outros. Ele foi o único ator a ingressar na Real Academia das Artes.

Foi casado com a cantora María Dolores Pradera, com quem teve uma filha, a atriz Helena Fernán-Gómez, e um filho, Fernando. Nos anos 70, uniu-se à atriz Emma Cohen.

Acompanhe as notícias em seu celular: digite wap.folha.com.br

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página