Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
30/10/2003 - 14h43

Bienal de Havana começa no sábado com 13 artistas brasileiros

Publicidade

da Folha Online

A 8ª Bienal de Havana vai contar com a participação de 13 artistas brasileiros, a maior delegação do evento. A mostra, que acontece de 1º de novembro a 15 de dezembro, terá obras de cerca de 160 artistas da América Latina, Caribe, África, Ásia, Oriente Médio, Europa e Canadá.

A delegação brasileira no evento é formada pelos artistas Courtney Smith, Daniel Lima, Ernesto Neto, Guaraci Gabriel, Jarbas Lopes, José Patrício, Maurício Dias, Pazé, Siron Franco e Walter Riedweg e pelos grupos Bijari e Chelpa Ferro.

O Brasil participa da Bienal de Havana desde sua primeira edição, em 1983, quando o país ainda não tinha relações diplomáticas com Cuba.

Este ano o tema da Bienal é "Arte com Vida", que trata das múltiplas formas de vida --do cotidiano às representações mais metafóricas-- nos países presentes na Bienal.

Os artistas vão expor suas obras em diversos locais da cidade: no bairro de Alamar, no Centro de Arte Wifredo Lam, no Parque Histórico-Militar Morro-Cabaña, na Casa de las Americas, no Centro de Desenvolvimento de Artes Visuais, no Museu Nacional de Belas Artes e no Pavilhão Cuba.

Entre os eventos paralelos confirmados estão a exposição "SidaAids", uma mostra de design mexicano, um projeto comunitário organizado pelos artistas cubanos Roberto Diago, Manuel Mendive e Eduardo Roca, e uma apresentação solo do polonês Marcos Kurtycz.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página