Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/06/2008 - 10h55

Morre aos 91 anos bailarina espanhola Mariemma

Publicidade

da Folha Online

Grande nome da dança espanhola, a bailarina e coreógrafa Mariemma (Guillermina Martinez Cabrejas) morreu ontem (10), em Madri, aos 91 anos, em conseqüência "de uma longa doença", segundo informou sua família, que não contou o nome da enfermidade.

Efe
Mariemma em ensaio em 90, uma das últimas aparições
Mariemma dança em ensaio de 90, uma das últimas aparições da bailarina espanhola

A artista foi intérprete do estilo clássico e recebeu o Prêmio Nacional de Dança (50), a Medalha de Ouro do Círculo de Belas Artes de Madri (51) e o Prêmio Nacional de Coreografia (55), entre outros.

Mariemma nasceu em Íscar, em Valladolid, na Espanha, em 1917. Ela se formou em Paris. Ao lado de Maria Marcé, A Argentina, ela revolucionou o balé espanhol, segundo o jornal "El País".

Assim que o Ballet Nacional de Espanha (BNE) foi fundado, ela foi chamada para criar as coreografias "Dez Melodias Vascas" e "Fandango". Ela foi eleita diretora do BNE em 1984. Seu último trabalho foi em 1989, para o centenário do nascimento de Mercê, quando desenvolveu a montagem "Triana, Fandango del Candil y Otros Fragmentos". Em 1997, foi lançado o livro "Meus Caminhos Através da Dança - Tratado da Dança Espanhola", no qual a artista apresentou sua técnica e seu estilo.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página