Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
13/06/2005 - 18h37

Acompanhado de familiares, Jackson deixa a corte de Santa Maria

Publicidade

da Folha Online

O cantor Michael Jackson, 46, inocentado hoje por unanimidade no caso em que foi acusado de abuso sexual de um menor de 13 anos, já deixou o tribunal de Santa Maria (Califórnia). Ele saiu acompanhado de seus familiares após ouvir o veredicto e seguiu rumo ao seu rancho Neverland.

Vestido com terno e gravata pretos e camisa branca, o cantor deixou o tribunal caminhando muito devagar, acenou para os fãs com a mão esquerda e não sorriu nem fez o sinal de vitória, como em ocasiões anteriores.

Ao todo, Jackson enfrentou dez acusações, entre elas de conspiração com fins extorsivos, seqüestro de um menor de idade, abuso sexual e fornecimento de agente tóxico (vinho) com a finalidade de cometer o delito. O artista negou todas elas.

Tribunal

Do lado de dentro da corte, segundo jornalistas permitidos a acompanhar a sentença, umas das advogadas da equipe de defesa chorou compulsivamente ao ouvir o resultado e se debruçou sobre a mesa. Michael, por sua vez, apenas passou um lenço no rosto, sem comemorar.

Do lado de fora da corte, porém, centenas de fãs de Jackson acompanharam a leitura do veredicto por meio de um sistema de áudio, torcendo e aplaudindo à medida em que as decisões dos jurados eram lidas pelo funcionário da corte. Um deles soltou pombas brancas ao final da leitura.

Leia mais
  • Entenda as acusações contra Michael Jackson

    Especial
  • Veja fotos de quem participou do julgamento
  • Veja a discografia de Michael Jackson
  • Veja galeria de fotos sobre a carreira de Michael Jackson
  • Leia cobertura completa sobre o julgamento do astro
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página