Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
13/06/2005 - 19h31

Jurados dizem que absolveram Jackson "com certeza" da decisão

Publicidade

da Folha Online

Os quatro homens e as oito mulheres que declararam, nesta segunda-feira, o cantor Michael Jackson inocente no caso de abuso sexual de um menor disseram que estudaram "cuidadosamente" as evidências e que têm "confiança" de que a decisão tomada foi correta.

"Nós, jurados, estudamos completa e meticulosamente os testemunhos e as evidências apresentadas", disseram em uma declaração conjunta lida do lado de fora do tribunal de Santa Maria (Califórnia).

Em entrevista coletiva, uma das juradas completou dizendo que julgaram Jackson como qualquer outra pessoa. "Chegamos a um veredicto com certeza", afirmou a mulher identificada como "jurada número dez".

O juiz que comanda o caso, Rodney Melville, alertou os 12 jurados de que eles não poderão falar com outras pessoas --incluindo a imprensa-- sobre o caso no período de um ano e meio, quando terminará a chamada "ordem de silêncio".

Com agências internacionais

Leia mais
  • Emocionados, fãs brasileiros de Jackson comemoram vitória
  • Leia as manchetes dos principais jornais do mundo sobre o veredicto
  • Acompanhado de familiares, Jackson deixa a corte de Santa Maria

    Especial
  • Veja galeria de fotos sobre a carreira de Michael Jackson
  • Leia cobertura completa sobre o julgamento do astro
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página