Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
03/07/2005 - 10h39

Cineasta italiano Alberto Lattuada morre aos 91 anos

Publicidade

da EFE

O cineasta italiano Alberto Lattuada, autor de filmes como "Mulheres e luzes" (1950) e "O Mafioso" (1962), morreu neste domingo aos 91 anos de idade em sua residência, nas imediações de Roma, informaram seus familiares.

Diretor e roteirista, Lattuada foi um dos grandes estudiosos do cinema italiano do pós-guerra. Suas produções foram do drama à comédia, passando pela adaptação de obras literárias, principalmente de escritores russos.

Filho do compositor Felice Lattuada, cresceu em Milão e, desde muito jovem, mostrou um grande interesse pela literatura, algo que o levou a fundar em 1932, com dezoito anos, uma pequena publicação bimensal chamada "Camminare" junto a seu companheiro de colégio Alberto Mondadori.

Fez arquitetura na Politécnica de Milão, onde entrou em contato com Renato Castellani e Luigi Comencini, outros dois arquitetos-cineastas.

Em 1940 colaborou no roteiro do filme "Piccolo mondo antico", de Mario Soldati, que foi premiado no ano seguinte no IX Festival de Cinema de Veneza.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Alberto Lattuada
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página