Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
14/11/2005 - 18h27

Justiça veta "Porto dos Milagres" à tarde

Publicidade

da Folha Online

Depois de "Laços de Família", a Globo enfrenta agora problemas com o Ministério da Justiça para reapresentar a novela "Porto dos Milagres". A reprise está prevista para entrar na programação do "Vale a Pena Ver de Novo", veiculado no período da tarde (14h30, de segunda a sexta-feira).

O argumento do Ministério da Justiça é o mesmo usado anteriormente: a trama de Aguinaldo Silva é considerada imprópria para a faixa anterior às 20h. A posição foi tomada mesmo após a avaliação de fitas reeditadas, informa o órgão --a prática da edição é comum, por parte da Globo, justamente por causa da mudança de horário.

Segundo o Ministério da Justiça, o material é impróprio por conta das cenas de "relação íntima, linguagem degradante e violência". Agora, a Globo vai apresentar uma terceira versão da novela.

"Porto dos Milagres", exibida em 2001 justamente após "Laços de Família", gerou polêmica pelas analogias com fatos políticos da época. Um senador corrupto interpretado por Lima Duarte, por exemplo, que se complicou por ter tido uma conversa gravada, como ocorria com Antonio Carlos Magalhães.

O protagonista da trama era Guma (interpretado por Marcos Palmeira), que fazia par romântico com Lívia (vivida por Flávia Alessandra).

Leia mais
  • Globo vai exibir versão light de "Laços de Família"

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre a novela "Porto dos Milagres"
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página