Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
17/01/2006 - 02h12

Globo de Ouro consagra western gay de Ang Lee

Publicidade

FELIPE NEVES
da Folha Online

A 63ª edição do Globo de Ouro consagrou o diretor taiwanês Ang Lee e seu novo filme, "O Segredo de Brokeback Mountain" ("Brokeback Mountain"), que mostra a relação homossexual entre dois cowboys e levou os prêmios mais importantes: Melhor Filme de Drama, Melhor Diretor e Melhor Roteiro. O filme ganhou ainda o prêmio de Melhor Música, com "A Love That Will Never Grow Old", do argentino Gustavo Santaolalla.

A cerimônia de entrega do Globo de Ouro começou por volta de 23h desta segunda-feira e terminou, pontualmente, às 2h da madrugada desta terça-feira (horário de Brasília). Confirmando as expectativas dos críticos, o sucesso no Globo de Ouro coloca "O Segredo de Brokeback Mountain" como grande favorito ao Oscar 2006.

O diretor de Taiwan superou o brasileiro Fernando Meirelles, que havia sido indicado nas categorias Melhor Filme de Drama e Melhor Diretor. Além do brasileiro, Lee desbancou nomes de peso do cinema, como Steven Spielberg, Woody Allen, George Clooney, Peter Jackson e David Cronenberg.

No entanto, o filme de Meirelles, "O Jardineiro Fiel", não foi esquecido pela imprensa estrangeira de Hollywood. Sob a direção do brasileiro, Rachel Weisz conquistou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante.

Entre os homens, George Clooney ganhou uma espécie de prêmio de consolação ao ser escolhido como Melhor Ator Coadjuvante por "Syriana". Ele perdeu os prêmios de direção e filme com "Good Night, and Good Luck".

Na categoria Melhor Filme de Musical ou Comédia, o vencedor foi "Johnny e June" ("Walk the Line"), que também levou os prêmios de melhor ator (Joaquin Phoenix) e melhor atriz (Reese Witherspoon) em comédia.

Felicity Huffman foi escolhida a Melhor Atriz Drámatica, por seu trabalho em "Transamerica", na qual interpreta um transsexual. Ainda nesta edição, ela havia perdido o prêmio de melhor atriz de série cômica, por "Desperate Housewives".

O Globo de Ouro ainda concedeu o prêmio de melhor ator de drama para Philip Seymour Hoffman, pelo filme "Capote", que narra a vida do escritor Truman Capote.

Entre os prêmios para a televisão, "Lost" e "Desperate Housewives" confirmaram o favoritismo e ganharam as estatuetas do Globo de Ouro como as melhores séries dramática e cômica, respectivamente.

A única surpresa foi na categoria de Atriz em Comédia, que tinha entre as indicadas as quatro protagonistas de "Desperate Housewives". Apesar da presença em massa, elas perderam para Mary-Louis Parker, da série "Weeds".

Leia mais
  • Confira a lista dos vencedores do Globo de Ouro
  • Parker desbanca "Desperate Housewives" e leva Globo de Ouro
  • Atriz de "O Jardineiro Fiel" ganha Globo de Ouro

    Especial
  • Veja galeria de fotos da cerimônia de premiação
  • Leia o que já foi publicado sobre o Globo de Ouro
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página