Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
23/05/2006 - 11h49

Eletropaulo corta energia elétrica do Masp por inadimplência

Publicidade

da Folha Online

O fornecimento de energia elétrica ao Museu de Arte de São Paulo, o Masp, foi suspenso às 7h de hoje. Segundo a AES Eletropaulo, dentre os motivos para o corte estão os "sete anos de recorrente inadimplência por parte do museu" que até hoje não foram pagos. A dívida do Masp seria de R$ 3 milhões.

Eduardo Knapp/Folha Imagem
O Masp foi inaugurado em 2 de outubro de 1947 por Assis Chateaubriand
O Masp foi inaugurado em 2 de outubro de 1947 por Assis Chateaubriand
Em nota à imprensa, a Eletropaulo afirmou que além de não cumprir acordos o museu tinha consumo irregular de energia, e o desvio já atingia R$ 414 mil. As contas mensais do Masp começaram a ser pagas em junho de 2005, mas as dívidas anteriores ainda estariam pendentes.

A assessoria do Masp informou que o presidente do museu, Julio Neves, está em reunião com a Eletropaulo "para chegar a um acordo". Enquanto isso, o museu não deve se pronunciar sobre o caso.

Nesta manhã, o Museu de Arte de São Paulo funciona com geradores próprios, mas não estará aberto para visitação. Segundo informou a assessoria de imprensa, a reserva técnica climatizada do Masp funciona normalmente e não compromete a conservação das obras de arte.

Exposição

Desde o dia 17 de maio o Masp apresenta uma exposição dedicada ao mestre do impressionismo francês Edgar Degas (1834-1917). Intitulada "Degas: O Universo de um Artista", a mostra traz 120 peças, entre pinturas, desenhos e esculturas.

A mostra também traça um panorama histórico sobre os artistas que permearam sua carreira, exibindo obras de pintores e escultores que influenciaram seu trabalho, como Ingres e Corot, ou que por ele foram influenciados, como Picasso e Toulouse-Lautrec.

A previsão é de que a exposição vá até o dia 20 de agosto.

O Masp foi inaugurado em 2 de outubro de 1947 por Assis Chateaubriand, fundador e proprietário dos Diários e Emissoras Associados e pelo professor Pietro Maria Bardi, jornalista e crítico de arte na Itália, recém chegado ao Brasil.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o Masp
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página