Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
06/07/2006 - 14h17

Em "Páginas da Vida", Grazi fará papel de moça do interior

Publicidade

JULIANA ALENCAR
do Agora

"Seu Manoel". É assim que Grazi Massafera se referia a Manoel Carlos, autor da novela "Páginas da Vida" e responsável por sua estréia como atriz na Globo. "Ele me pediu para chamá-lo de Maneco, mas é difícil para mim...", conta a moça, educada à moda antiga. "Na minha família, todo mundo é 'senhor' e 'senhora'. Ainda estranho essa liberdade", revela, envergonhada.

Estranhou, mas tomou coragem de chamá-lo de você. A primeira vez em que deixou a formalidade interiorana de lado foi na festa de lançamento da próxima novela das oito, onde será a doce Thelma, uma jovem moça que vem do interior para trabalhar na mansão de Tide (Tarcísio Meira) e Lalinha (Glória Menezes), no Rio de Janeiro. Na trama, ela vai balançar o coração de Jorge (Thiago Lacerda) --e causará ciúme na irmã, Sandra (Danielle Winits), com quem o moço já namorou.

Folha Imagem
Grazi estréia como atriz em "Páginas da Vida"
Grazi estréia como atriz em "Páginas da Vida"
"Tirando esse detalhe", Thelma é quase um rascunho de sua própria história. Grazi nasceu em Jacarezinho, no interior do Paraná. De família pobre, ganhava R$ 300 como vendedora de uma loja de cosméticos, e dava todo o salário aos pais.

"A Thelma tem muito a ver comigo. Quando me falaram da personagem, fiquei surpresa com as semelhanças", relembra, aliviada com o fato de não ter de esconder seu sotaque "caipira".

A coincidência, porém, não aconteceu por acaso. Manoel Carlos escreveu a personagem para a ex-"BBB". Quem fez o cartaz da moça para o novelista foi o diretor artístico da emissora, Mario Lucio Vaz, que, impressionado com o carisma e a beleza de Grazi no "reality show", a convenceu a seguir a carreira de atriz. Isso porque, quando saiu da gincana, ela pensava em ganhar dinheiro apenas como modelo.

Começou na TV como repórter do "Caldeirão do Huck" --o que ela chama de "período de experiência"-- e seguiu para a Oficina de Atores da Globo. Ficou lá até receber o "sim" final para o papel.

"Foi meio que um sonho, porque isto sempre pareceu muito longe da minha realidade", diz a modelo/atriz, que só se deu conta de que estava mesmo na trama de Maneco quando Glória e Tarcísio a chamaram pelo nome pela primeira vez.

A empolgação com que pontua cada frase sobre sua nova carreira não a fez tirar os pés do chão. Grazi sabe que, entrando em cena (ela deve começar a gravar no fim deste mês), poderá receber um bombardeio de críticas por sua inexperiência. Mas diz estar preparada.

"Não gosto muito dessa expectativa, porque só posso garantir que vou dar o meu melhor. Eu não sou atriz, estou aprendendo ainda. Sei que vai ter um monte de urubu para atrapalhar, mas a gente expulsa", defende-se, rindo.

Leia mais
  • Leia entrevista exclusiva com autor de "Páginas da Vida"
  • Público conta histórias em promoção da novela "Páginas da Vida"
  • Maior audiência da TV, "Belíssima" quer bater recorde de ibope no final

    Especial
  • Saiba tudo sobre novelas
  • Leia o que já foi publicado sobre "Páginas da Vida"
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página