Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
17/07/2006 - 19h27

Ministério recebe queixas, mas descarta punir "Páginas da Vida"

Publicidade

da Folha Online

Apesar de receber reclamações de espectadores, o Ministério da Justiça afirmou nesta segunda-feira que vai manter a classificação de horário e idade de "Páginas da Vida" (Globo). O folhetim polemizou em sua primeira semana, principalmente após a exibição de cenas picantes e consideradas impróprias para uma "novela das oito".

No capítulo da última quinta-feira (13), Olívia (Ana Paula Arósio) pedia para Silvio (Edson Celulari) "dormir dentro" dela. "Quero uma, duas, três vezes", dizia a personagem, nua.

Para o MJ, no entanto, cenas como essa estão de acordo com horário de "Páginas da Vida", que vai das 21h em diante. Responsável pela classificação indicativa das novelas, o MJ diz por meio de sua assessoria que "Páginas da Vida" pode "forçar a barra" no início da trama, mas "entrará nos trilhos" nos próximos capítulos.

"A novela está bem polêmica, mas continua na classificação das 21h", diz a analista Marina da Costa Fotero, 27. Ela é uma das pessoas que monitora a atração global diariamente. O órgão possui cerca de 30 analistas de TV, entre estagiários e contratados.

Programas que vão ao ar a partir das 21h são indicados a telespectadores de 14 anos de idade para cima. Já as atrações que passam a partir das 22h podem ser vistas por jovens de 16 anos em diante, segundo a classificação indicativa.

Manual

O Ministério diz se basear no Novo Manual de Classificação Indicativa [leia documento em PDF]. Segundo este documento, não podem ser exibidos antes das 22h os programas que apresentem "cenas de sexo sem penetração (não explícito)" ou em que o "sexo é associado com a traição extraconjugal".

"Páginas da Vida" contém ambos, mas é exibida às 21h para espectadores a partir de 14 anos, o que iria de encontro com o documento. "Nós também temos que analisar isto de forma gradativa e proporcional, não só de forma isolada. É muito cedo para dizer", afirma Marina Fotero. Segundo ela, ainda que a novela continue neste grau de erotização, não deve sofrer mudanças.

Segundo a assessoria de imprensa da TV Globo, não houve reclamações de nenhuma parte por conta das cenas exibidas em "Páginas da Vida".

Leia mais
  • Leia íntegra do depoimento polêmico exibido em "Páginas da Vida"
  • Globo esquenta ibope de "Páginas da Vida" com nudez
  • Crítica: Vilãs escrevem "Páginas da Vida" e elenco jovem surpreende

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre a novela "Páginas da Vida"
  • Leia cobertura completa sobre novelas
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página