Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
25/08/2006 - 11h55

Multidão segue transferência de estátua de Ramsés 2º no Egito

Publicidade

da Efe, no Cairo

A gigantesca estátua de Ramsés 2º, um dos mais prestigiosos faraós do antigo Egito, foi transportada nesta sexta-feira com sucesso da praça mais movimentada do Cairo para um local próximo às famosas pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos, nos arredores da capital.

A estátua, de 83 toneladas, foi retirada da praça que leva seu nome --em frente a uma estação ferroviária, onde permaneceu por mais de 50 anos-- à 1h desta sexta-feira (19h de quinta-feira, em Brasília) e chegou a seu destino às 11h10 locais (5h10 desta sexta, em Brasília), uma área desértica, próxima à estrada que une Cairo e Alexandria.

Punit Paranjpe/Reuters
Remoção de estátua de Ramsés 2º foi acompanhada por uma multidão no Egito
Remoção de estátua de Ramsés 2º foi acompanhada por uma multidão no Egito
O monumento, transportado em meio a uma grande ovação em duas plataformas móveis de 128 rodas, rebocadas por um caminhão, ficará em um armazém especial até ser colocado no novo Museu Egípcio, nessa mesma região.

"Este é o lugar onde esta importante estátua merece estar: no maior museu do mundo", disse o ministro da Cultura, Farouk Hosni. "Só falta vê-la na entrada do museu", cuja construção terminará em 2010, acrescentou.

A razão para a mudança é a deterioração que a estátua sofreu devido à poluição sonora e do meio-ambiente causadas pelos milhares de carros que passavam diariamente em frente ao monumento e os tremores causados pelo metrô.

A caravana da mudança foi liderada por um caminhão com grandes refletores que iluminavam a estátua, acompanhado durante todo o trajeto por milhares de pessoas.

A operação foi realizada depois de a estátua ser vendada e coberta por um material viscoso, similar ao silicone, para protegê-la dos tremores da mudança.

A estátua foi descoberta em 1888 nos bosques de Mit Rahina, próxima à antiga capital faraônica de Mênfis, cerca de 28 quilômetros ao sul do Cairo.

Ramsés 2º conta com um templo erguido em sua memória há 3.300 anos em Abu Simbel, na região da Núbia, no extremo meridional do Egito, 1.200 quilômetros ao sul do Cairo.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Ramsés
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página