Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
17/10/2006 - 12h20

Inspirada em "Friends", Record estréia hoje "Alta Estação"

Publicidade

CAMILA MARQUES
da Folha Online, enviada especial ao Rio*

A semelhança com a história de seis amigos universitários --três rapazes e três moças-- passando por aventuras, romances, dificuldades e muita, mas muita diversão não é mera coincidência. A autora Margareth Boury assume ter se inspirado nas séries "Friends" e "Felicity" ao escrever "Alta Estação", novela juvenil que estréia nesta terça-feira (17) na Record, às 18h, para concorrer com "Malhação", da Globo.

Nos primeiros meses, porém, a trama vai concorrer diretamente com "O Profeta", novela das seis que estreou nesta segunda-feira com bom índice de audiência, registrando 34 pontos na prévia do Ibope --no mesmo horário, a Record ficou com 9 pontos. O objetivo da emissora com "Alta Estação" é alcançar, em três meses, audiência de pelo menos dois dígitos.

Divulgação
Assim como em "Friends", "Alta Estação" é protagonizada por seis amigos; veja os perfis
Assim como em "Friends", "Alta Estação" é protagonizada por seis amigos; veja os perfis
"Quando pensei em escrever parti do princípio dos seis amigos, e como eu amo 'Friends'... A novela não têm protagonistas, não tem vilão ou vilã. Relato histórias que podem acontecer na casa de qualquer pessoa jovem, ou que conviva com eles. Todos terão seus lados bons e ruins", explica Margareth, que já trabalhou em "Malhação", "Sonho Meu", "Despedida de Solteiro", "Uga, Uga" e "Kubanakan", entre outras produções.

Com "algumas diferenças" da concorrente, como mostrar o cotidiano de universitários e não de alunos do Ensino Médio, "Alta Estação" é a primeira empreitada da Record no horário, que atualmente exibe "Bicho do Mato" na faixa das 19h e "Cidadão Brasileiro" às 21h.

Nesta terça-feira, em entrevista coletiva à imprensa, o superintendente comercial da Record, Walter Zagari, afirmou que trata-se de mais um passo para, em dois anos, a Record estar no mesmo patamar de audiência e faturamento que que a Globo. Além de teledramaturgia, a emissora planeja investir, já no ano que vem, em minisséries e, dentro de cinco anos, começar a pensar no cinema.

Assim como ocorre com "Malhação", o plano é fazer de "Alta Estação", "que tem data para começar mas não para acabar", uma "oficina de novos talentos". "Esses jovens atores, muito em breve, serão protagonistas de nossas produções", disse Zagari.

Divulgação
Bárbara, Flávia e Renata moram juntas no Rio; saiba mais sobre o perfil de cada uma delas
Bárbara, Flávia e Renata moram juntas no Rio; saiba mais sobre o perfil de cada uma delas
"O mercado de atores hoje é muito restrito. O que é natural, já que temos hoje quatro emissoras fazendo novela. Pensamos a longo prazo ao procurarmos novos atores. Partimos da beleza, e achamos gente muito boa", disse por sua vez Hiran Silveira, diretor geral de teledramaturgia da Record.

Segundo ele, como o horário das 18h "é mais leve e mais aberto a novidades", fica mais fácil emplacar novos rostos sem tanto preconceito. Silveira afirmou ainda que, em pelo menos três meses, o objetivo é consolidar a audiência na casa dos dois dígitos.

"Partimos do princípio da qualidade visual e aliamos isso ao talento dos selecionados. Tudo é muito bonito, roupas, atores, cabelos. Também investimos muito em música. A personagem da Lana [Rodes, atriz que foi uma das 30 finalistas do programa "Ídolos", do SBT] tem uma banda. Além dela cantar, os músicos que integram a trilha sonora [da novela] irão aparecer para dar um canja no bar da faculdade sempre que possível", conta por sua vez o diretor João Camargo ("Sandy e Junior", "Força de Um Desejo", "Mico Preto", "Engraçadinha").

Gravada no Rio, "Alta Estação" tem custo de R$ 75 mil por capítulo --cada um terá duração de 30 minutos, em média. Ao todo, são 15 personagens fixos.

Trama

"Alta Estação" gira em torno de seis amigos, todos universitários: Bárbara (Ariela Massoti), Eduardo (Daniel Aguiar), Renata (Andréia Horta), Ricardo (Vergniaud Mendes), Flávia (Lana Rodes) e Caio (Guilherme Boury). Com idades entre 18 e 24 anos, alguns já estão no meio do curso e outros acabaram de entrar na faculdade.

Divulgação
Bárbara decide fazer faculdade no Rio apenas para ir atrás de Eduardo, seu amor de infância
Bárbara decide fazer faculdade no Rio apenas para ir atrás de Eduardo, seu amor de infância
A trama começa em Diamantina, Minas Gerais, onde Bárbara avisa aos pais (Olavo, interpretado por Roberto Pirillo, e Bianca, vivida por Eliete Cigarini) que decidiu abrir mão do curso de medicina e resolveu seguir para o Rio de Janeiro para cursar biologia. O problema: a decisão é feita pelo motivo errado. "A Bárbara muda porque resolver seguir seu grande amor, Eduardo. Ela o conheceu em Diamantina, durante as férias que ele passou na cidade", explica Margareth.

Assim, é a partir da chegada de Bárbara ao Rio que o público conhece os outros cinco personagens. "Vamos abordar os temas normais da idade, como gravidez, escolha da profissão, dúvidas, a chegada das responsabilidades de adulto", diz Margareth.

Na cidade, as meninas moram juntas em um apartamento e os meninos em outro, ponto de partida para diversão garantida. Além das "repúblicas", os dois principais cenários de "Alta Estação" são a universidade e o Jony's bar, ponto de encontro da turma para baladas e reuniões.

Rostos e corpos bonitos, moda, praia, desencontros amorosos e muita azaração são temas garantidos. Entre os "rolos", nascerá um triângulo amoroso entre Bárbara, Eduardo e Taíssa (a ex-"Malhação" Nathália Rodrigues) e entre Bárbara, Eduardo e Ricardo, que vai conquistar o coração da jovem mineira.

Por ser uma novela que pretende ficar no ar durante alguns anos, porém, não há trama fechada: tudo pode acontecer com eles, os amigos deles e seus pais.

A repórter viajou a convite da Record

Leia mais
  • Saiba mais sobre os seis protagonistas de "Alta Estação"

    Especial
  • Veja galeria de fotos de "Alta Estação"
  • Leia cobertura completa sobre novelas
  • Leia o que já foi publicado sobre novelas da Record
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página