Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/10/2006 - 11h16

"A Insustentável Leveza do Ser" tem 1ª edição em país do autor

Publicidade

da Ansa, em Praga

"A Insustentável Leveza do Ser", romance que deu fama mundial ao escritor de origem tcheca Milan Kundera, será em breve publicado pela primeira vez por uma editora do seu país natal. A edição terá prefácio do próprio autor.

Publicada pela primeira vez em 1984 em Paris pela editora Gallimar, a obra será lançada na República Tcheca até o final de outubro deste ano. "Quis uma edição sem lacunas e sem erros. Em outras palavras, uma edição definitiva", afirmou Kundera.

"A Insustentável Leveza do Ser" narra, com o olhar de jovens testemunhas, a história da Primavera de Praga, o movimento que tentou reformar de modo democrático o regime comunista na antiga Tchecoslováquia e foi duramente reprimido com uma intervenção militar soviética em agosto de 1968.

Nascido na República Tcheca em 1929, o escritor foi banido da vida pública no seu país após a repressão da Primavera de Praga e se exilou na França em 1975. Privado da cidadania tcheca em 1979, adquiriu a francesa em 1981.

A primeira edição em tcheco da obra-prima de Kundera foi publicada em 1985 em Toronto, no Canadá, pela editora Sixty-Eigth Publishers, fundada por um casal de escritores tchecos emigrados, Josef Skvorecky e sua mulher Zdena Salivarova.

"Foi necessário reconstruir o manuscrito, em parte perdido, depois confrontá-lo com a edição de Skvorecky e, principalmente, com a sua tradução francesa --na qual introduzi, no curso de 20 anos, pequenas mudanças", explica o autor, que sempre atribuiu muita importância e dedicou um cuidado excepcional à escolha das palavras, como expressões fiéis do pensamento e à sua meticulosa tradução.

Especial
  • Leia tudo o que já foi publicado sobre Milan Kundera
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


    Voltar ao topo da página