Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
21/11/2006 - 11h49

"Pé na Jaca" supera "Cobras" e "Bang Bang" na estréia

Publicidade

da Folha Online

A novela "Pé na Jaca", nova trama Global que ocupa a faixa das 19h, estreou bem nesta segunda-feira, superando a audiência de suas duas antecessoras: "Cobras & Lagartos" e "Bang Bang". O primeiro capítulo marcou média de 40 pontos na audiência com pico de 44.

O primeiro capítulo da bem-sucedida "Cobras & Lagartos" registrou média de 35 pontos na estréia, com pico de 37, enquanto "Bang Bang", que terminou como um fracasso, deu 37 pontos com pico de 40. No decorrer da trama, "Cobras & Lagartos" chegou a bater na casa dos 50 pontos, Ibope de novela das oito.

"Pé na Jaca" é uma típica chanchada de Carlos Lombardi. Basta assisitir às primeiras cenas para logo lembrar de "Uga Uga", "Quinto dos Infernos" e "Kubanacan", também assinadas pelo autor.

Com bom ritmo e muito humor (além de muitos corpos à mostra, claro), Lombardi apresentou com detalhes ao público o perfil de seus cinco protagonistas: a modelo Maria (Fernanda Lima), o operador da bolsa Arthur (Murilo Benício), a freira Elizabeth (Deborah Secco), a trabalhadora Guinevere (Juliana Paes) e o professor de ginástica Lancelotti (Marcos Pasquim).

Tudo começa com cinco crianças que passavam férias brincando na cidadezinha de Deus me Livre, interior de São Paulo, e se tornaram amigas. Maria é a filha do fazendeiro, plantador de jaca; Arthur é seu primo, o menino atrapalhado; Elizabeth é a filha da costureira, Guinevere é a filha da empregada e Lancelotti, galanteador desde pequeno, o filho de um dos colonos da fazenda.

Anos depois, o quinteto é reapresentado, agora na fase adulta. Maria virou uma modelo internacional que acaba de descobrir a traição do marido. Arthur, um viciado em trabalho, flagra a mulher, Vanessa (Flávia Alessandra) aos beijo com seu principal rival, Juan (Bruno Garcia). Elizabeth é obrigada a enfrentar o manda-chuva da cidade, que acha ser seu pai. A beldade Guinevere, apesar de amar sua família, vive com um marido ciumento e desempregado. Por fim, o Lancelotti, professor de uma academia de ginástica, se passa por gay para não despertar o ciúmes dos maridos de suas alunas.

Agora, 25 anos se passaram até que o destino os colocou novamente no mesmo caminho.

Leia mais
  • "Vidas Opostas" une Romeu do asfalto e Julieta do morro na TV
  • Ex-Guida Guevara, Íris Bruzzi encarna viciada em jogo na Record

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre "Pé na Jaca"
  • Leia cobertura completa sobre novelas
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página