Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/02/2007 - 13h39

Chris Cornell anuncia saída do Audioslave após "divergências"

Publicidade

da Folha Online

O vocalista do Audioslave, Chris Cornell, anunciou sua saída do grupo. Em nota oficial divulgada à imprensa na noite desta quinta-feira, o músico alegou "conflitos de personalidade impossíveis de resolver e também diferenças musicais".

Damian Dovarganes/AP
Chris Cornell anunciou nesta quinta sua saída da banda Audioslave
Chris Cornell anunciou nesta quinta sua saída da banda Audioslave
Cornell anunciou ainda que vai recomeçar sua carreira solo com o lançamento de um CD no dia 1º de maio. "Carry On", nome do trabalho que estava previsto para sair antes do rompimento, será o segundo álbum solo do cantor, que ganhou fama com o extinto grupo Soundgarden.

"Devido a conflitos de personalidade impossíveis de resolver e também a diferenças musicais, estou deixando a banda Audioslave permanentemente. Desejo apenas o melhor para os três outros membros em seus trabalhos futuros", disse ele em comunicado.

Os rumores sobre o possível rompimento do Audioslave surgiram em 2006, quando
os outros integrantes do grupo (o guitarrista Tom Morello, o baixista Tim Commerford e o baterista Brad Wilk) acertaram com o vocalista Zack de la Rocha o "renascimento" de sua banda antiga, Rage Against the Machine.

A primeira apresentação do Rage Against the Machine após sete anos está marcada para o Festival Coachella, na Califórnia, em abril.

Em pouco mais de cinco anos de carreira, o Audioslave gravou três álbuns em estúdio: "Audioslave" (2002), "Out of Exile" (2005), "Revelations" (2006).

Leia mais
  • Guitarrista do Audioslave defende imigrantes e vai preso

    Especial
  • Conheça o Dicionário de Bandas
  • Leia o que já foi publicado sobre o Audioslave
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página