Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
24/01/2001 - 12h59

Novela "Terra Nostra" faz sucesso em Portugal, EUA e Itália

Publicidade

MARIANA BOTTA
do Agora São Paulo

A novela de Benedito Ruy Barbosa já foi exibida em Portugal, Miami e Itália e, no próximo mês, estréia na Espanha.

O autor já descartou a idéia de continuar a história.

"Terra Nostra" foi exibida pela Globo, de setembro de 1999 a maio de 2000, e obteve um dos melhores índices de audiência de todos os tempos.

A trama chegou a registrar média de 49 pontos no Ibope e picos superiores a 55 pontos.

A idéia inicial era que a novela tivesse três fases, cada uma mostrando um período de 30 anos, com cerca de cem capítulos. O sucesso, porém, fez com que a primeira fase fosse ampliada.

Além disso, a minissérie "Aquarela do Brasil", que foi ao ar no ano passado, se passou durante a Segunda Guerra Mundial, a mesma época que seria retratada por Benedito na continuação de "Terra Nostra".

"Deixei isso de lado porque achei que ficaria repetitivo", falou Benedito.

A novela foi transmitida em Portugal praticamente ao mesmo tempo em que foi ao ar no Brasil. Lá, chegou a alcançar 73% da audiência do país.

No final de novembro, "Terra Nostra" estreou na Telemundo, rede de TV americana em língua espanhola. Cerca de três semanas após o lançamento, já era a primeira colocada em Miami, atingindo índice de audiência de 17,6%.

Na Itália, "Terra Nostra" também continua seu sucesso. No dia 11 de dezembro obteve recorde de audiência, atingindo índice de 11,8%, que representa mais de 3 milhões de telespectadores.

O autor disse que já esperava pelo sucesso de sua história. "Assim como 'Pantanal', 'Renascer' e 'O Rei do Gado', já imaginava que 'Terra Nostra' teria essa repercussão. Minhas novelas são as mais vendidas no exterior", falou.

A forma com que mostra aspectos do Brasil e de sua história são, na opinião de Benedito, os principais atrativos de suas tramas. "As pessoas podem conhecer e identificar muito bem o nosso país, sem estereótipos", disse.

Com o sucesso internacional, o autor está sendo requisitado para dar palestras em outros países. Benedito já esteve no Peru e, em março, vai para a Alemanha falar sobre "O Rei do Gado".
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página