Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
25/01/2004 - 10h15

Criadores brasileiros distribuem jogos pela internet

Publicidade

THÉO AZEVEDO
da Folha de S.Paulo

No cada vez mais disputado mercado de games, o espaço dos desenvolvedores nacionais é muito limitado. Por isso, vários estão partindo para a venda independente: colocam na rede uma versão de demonstração e, se o usuário gostar, deverá pagar para ter o jogo completo.

Renato Degiovani, 47, desenvolve jogos desde o início da década de 80 e tem larga experiência no comércio independente de jogos. Diretor do site Tilt Online (www.tilt.net), tem diversos games oferecidos para venda via internet.

O principal é Amazônia, desenvolvido em 1983. Trata-se de um jogo no estilo aventura, em que o jogador se vê em plena selva amazônica após o pouso forçado de um avião e tem de sobreviver aos perigos do local. Amazônia custa R$ 4,80 e pode ser adquirido no site JogosNet (www.jogosnet.com), que reúne várias criações nacionais independentes.

Só em dezembro, o jogo foi baixado mais de 2.700 vezes. "O mercado independente tem um potencial incrivelmente grande e está praticamente inexplorado", afirma Degiovani.

Outro jogo que pode ser encontrado no JogosNet é o FutSim, um simulador on-line de técnico de time de futebol que, atualmente, conta com cerca de 300 assinantes, em planos de pagamento por mês, semestre ou ano. Apesar do relativo sucesso, André Araújo, 31, um dos administradores de FutSim, não esconde a preferência pelo esquema tradicional de distribuição, com as cópias nas prateleiras das lojas. "Só que isso custa caro", lamenta.

Os melhores estrangeiros

O site norte-americano Gametunnel (www.gametunnel.com), cujo conteúdo é voltado à produção independente de jogos, elaborou o ranking de 2003.

Starscape, da Moonpod (www.moonpod.com), é um misto de ação e estratégia em ambiente espacial.

A bordo de uma estação de pesquisa espacial, é preciso sair pelo espaço sideral em busca de recursos para tentar restabelecer os sistemas de arma da estação e, finalmente, sair dali.

Orbz, embora escolhido como o melhor para jogar on-line, é bastante divertido mesmo quando usado por apenas um jogador. O usuário controla uma esfera em um cenário tridimensional e deve arremessá-la para ganhar pontos. Pegue a versão demo em www.21-6.com/orbz.asp.

Já Ultra Assault, eleito o dono do melhor visual, põe você no papel de piloto de uma aeronave, com visão aérea do cenário, em um estilo bastante conhecido dos videogames de 8 e de 16 bits.

A demo está em www.smallrockets.com/pc/ultraassault/downloads.htm. Todas as indicações da eleição feita pelo Gametunnel estão em www.gametunnel.com/html/section-4.html. E mais jogos brasileiros independentes podem ser encontrados em www.unidev.com.br/projetoexibe.asp.

Théo Azevedo é editor do site www.theogames.com.br
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página