Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
17/11/2004 - 10h53

Conteúdo de CD-ROM do "Novo Aurélio" é igual ao antigo

Publicidade

THAÍS NICOLETI DE CAMARGO
da Folha de S.Paulo

No final de 2003, o conhecido dicionário "Aurélio", editado durante 28 anos pela Nova Fronteira, teve seus direitos de publicação adquiridos pelo grupo educacional Positivo, de Curitiba. Rebatizada de "Novo Dicionário Aurélio", a terceira edição da obra "Aurélio Século XXI" ganha também nova versão eletrônica.

Intitulado "Novo Dicionário Aurélio --versão 5.0-- edição revista e atualizada", o CD-ROM pode passar a falsa impressão de que houve atualização do conteúdo da última edição da Nova Fronteira. Mas, depois de instalá-lo, se quiser conhecer os créditos da obra, o usuário saberá que a versão eletrônica se baseia na terceira edição do "Aurélio Século XXI".

A novidade fica, então, por conta da apresentação e dos recursos técnicos. Compatível com o processador de textos Microsoft Word, permite ao usuário que, com o botão direito do mouse, clique sobre uma palavra e, assim, abra uma lista de sinônimos ou o chamado dicionário de sinônimos, recurso que oferece não só os termos permutáveis mas também um comando que opera a substituição automática da palavra em questão pelo sinônimo escolhido. Esse mesmo clique abre o dicionário ou uma janela com o conteúdo do verbete.

Um recurso interessante da pesquisa avançada é o uso dos chamados filtros, que permitem a procura de um termo de acordo com uma categoria gramatical (sufixo, adjetivo etc.). Com tal recurso, é possível consultar, por exemplo, as gírias terminadas em "--ada" ou saber quantos e quais são os adjetivos terminados em "--oso".

Apesar das evidentes qualidades, é desagradável para quem usa muito o dicionário ter de apagar o verbete anterior antes da nova consulta (coisa que não ocorria na versão anterior), mas isso não chega a ser um grande problema.

Thaís Nicoleti de Camargo é consultora de língua portuguesa da Folha
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página