Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
02/03/2005 - 16h21

Cientistas pesquisam pragas virtuais para entender seres vivos

Publicidade

da Folha Online

Ecologistas da Universidade de Windsor, no Canadá, estudam a propagação de vírus pela internet para entender melhor as pragas e outros organismos existentes na natureza.

Os professores Jim Muirhead e Hugh MacIsaac realizam uma pesquisa com base nas redes de computador para saber como alguns seres vivos, entre eles a pulga-d'água, se movem pelas águas dos rios canadenses.

De acordo com os especialistas, os lagos se conectam em alguns cruzamentos, sendo que muitos deles podem servir de cenário para a existência organismos --no mundo da tecnologia, esses "seres" seriam os vírus.

O estudo mostra que a maneira como os vírus se espalham por e-mail equivale ao alastramento dos organismos "reais" por ambientes aquáticos.

Assim, a análise da tecnologia poderia mostrar quais os lagos teriam mais probabilidade de serem infectados, e quais os "cruzamentos" facilitariam a propagação dos organismos.

De acordo com o site "Silicon.com", que cita a pesquisa, essa não é a primeira vez que cientistas se baseiam na tecnologia para entender outros ambientes. Pesquisadores australianos, afirma, já compararam técnicas anti-spam com os padrões genéticos do vírus HIV.

Leia mais
  • Zafi.D é o vírus mais ativo pelo terceiro mês consecutivo

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre vírus de computador
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página