Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/11/2005 - 12h01

Estados Unidos mantêm controle sobre a internet

Publicidade

da Folha Online

Os Estados Unidos vão manter o controle da internet, segundo um acordo divulgado nesta quarta-feira, no primeiro dia da Cúpula Mundial da Sociedade da Informação --o evento será realizado na Tunísia até sexta.

Apesar disso, representantes de mais de cem países conseguiram criar na noite da terça-feira --as reuniões acontecem no local desde domingo-- um fórum internacional para discutir questões relacionadas à internet, como spam e abismo de inclusão digital entre países ricos e pobres.

O novo grupo não tira dos EUA o controle sobre a rede de computadores
--ele é feito via Icann (Corporação da Internet para Nomes e Números Designados, em inglês), órgão sob responsabilidade do Departamento de Comércio norte-americano.

"Vejo a decisão como lógica e bastante positiva. Impossível manter o impasse que se criou [em relação ao controle da web], pois o pleito de alguns países exige que os EUA abram mão de algo que hoje está em seu poder. Não dá para arrancar [este controle] à força", afirmou Cid Torquato, diretor-executivo da Camara-e.net (Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico), que participa do evento na Tunísia.

Segundo a agência de notícias Associated Press, a União Européia --que há meses vem condenando o controle unilateral da web-- disse que a criação de um grupo de discussão "pode levar à futura internacionalização da governança da internet e fortalecer a cooperação entre governos".

A imprensa internacional considerou a decisão um "atraso" em relação ao debate que havia esquentado nas últimas semanas.

"A curto prazo, o controle dos Estados Unidos não será desafiado. A longo prazo, no entanto, eles terão a obrigação de negociar com outros países a evolução da governança da internet", disse à agência Reuters um membro da delegação da União Européia que não quis se identificar.

David Gross, responsável pelas políticas de internet do Departamento de Estado norte-americano, disse que esta governança não fica sob responsabilidade de um país específico, apesar de o Icann estar diretamente ligado aos Estados Unidos.

Leia mais
  • Cúpula esquenta debate sobre controle da web

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre a cúpula
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página